Tagged: rio de janeiro RSS

  • SNIEAB 10:35 on 08/04/2011 Permalink | Responder
    Tags: , rio de janeiro, ,   

    Uma mensagem de solidariedade: Tragédia na Escola Tasso da Silveira 

    Brasília, 07 de abril de 2011.

    “Disse Jesus, Eu sou a ressurreição e a vida.” São João 11,25.

    Com muita tristeza, temos sido testemunhas de um dia de tragédia na cidade do Rio de Janeiro, no contexto escolar da Escola Tasso Silveira, em Realengo.

    É tempo de revermos nosso sistema de segurança e, muito especialmente, na segurança das escolas públicas.
    Era um belo dia, e que parecia um dia normal, mais um dia de escola para tantos jovens na Escola Tasso Silveira, no Rio de Janeiro.

    Nessa tragédia, pessoas de longe e de perto lamentam e se solidarizam com os pais das 12 crianças assassinadas. Nós da Igreja Episcopal Anglicana do Brasil lamentamos e rogamos a Deus que console os familiares, enxugue suas lágrimas e renove a esperança na ressurreição.

    O momento é de dor, dor para os pais de Larissa, Bianca, Géssica, Karine, Marissa, Samira, Ana Carolina, Luiza Paula, Laryssa, Milena, Rafael.

    Nossa oração hoje é que “Deus em toda sua bondade e misericórdia atenda cada um dos familiares em sua tristeza, abrace–os com teu amor, para que sejam fortalecidos pela tua graça, tenham confiança em tua misericórdia e enfrentem, com coragem, os dias futuros”.

    Com nosso pesar.

    -

    Revmo. Mauricio Andrade

    Bispo-Primaz da IEAB

     
  • SNIEAB 10:54 on 07/04/2011 Permalink | Responder
    Tags: , , , rio de janeiro   

    Terceiro dia da visita da Sociedade da Rosa dos Ventos 

    O Bispo Philip Poole e o Cônego Kenneth Kearon falaram a uma plateia de mais de cem pessoas no salão da Catedral do Redentor. O Bispo Poole explicou sobre o que é a Sociedade da Rosa dos Ventos, enquanto o Cônego Kearon deu uma palestra sobre a situação atual da Comunhão Anglicana. Pessoas da plateia fizeram perguntas. Duas perguntas de telespectadores online também foram selecionadas. Fiéis da congregação da catedral prepararam um alimento delicioso para todos os visitantes. Todo o povo do Rio fica muito agradecido pelo trabalho da Sociedade da Rosa dos Ventos e por esta oportunidade, desejando-lhes uma boa e segura viagem a Belém!

    Para mais histórias, acesse http://rosadosventos.ieab.org.br.

    -

    Luiz Coelho

    Membro do GT-Comunicação da IEAB

     
  • SNIEAB 23:23 on 19/01/2011 Permalink | Responder
    Tags: , , , , reconstrução, , rio de janeiro,   

    Esforços humanitários continuam na Região Serrana do Rio de Janeiro 

    O número de mortos no Estado do Rio de Janeiro continua a subir, após severas tempestades que trouxeram efeitos devastadores à Região Serrana fluminense.

    A área, que viveu ciclos de plantações, imigração suíça e alemã e produção de hortaliças para o Grande Rio é tida como um dos pontos turísticos principais do estado, onde pode-se gozar de clima ameno e paisagens encantadoras da Serra dos Órgãos. Consequentemente, atraiu migração tanto de pessoas interessadas em suas belezas naturais quanto em busca de emprego em diversos setores de expansão da economia local.

    As chuvas que caíram sobre essa área são tidas pelo Instituto Ambiental do Rio de Janeiro como eventos raros, que ocorrem uma vez a cada 350 anos. Sua intensidade foi tamanha que transformou córregos em rios caudalosos, e causou tantos desabamentos que até mesmo a topografia da região sofreu alterações. Ricos e pobres foram afetados. Mansões e casas simples foram arrastadas pela força das águas e deslizamentos, que causaram a morte de mais de 700 pessoas e deixaram ao menos 13 mil desabrigadas. Vários municípios, como Nova Friburgo, Teresópolis, Petrópolis and São José do Vale do Rio Preto foram afetados.

    Com bloqueios nas estradas e comunicação precária, a tarefa de resgatar vítimas, enterrar os mortos e prover abrigo a todas as vítimas tem se tornado cada vez mais difícil. De acordo com o Rev. Ivaldo Correia, antigo ministro encaregado da Missão do Calvário em Nova Friburgo, e atualmente tesoureiro diocesano, paroquianos locais perderam suas casas e estão sendo abrigados pela igreja. Em Petrópolis, onde a IEAB está presente com uma escola e uma missão, chegaram relatos de que funcionários e parentes de frequentadores foram diretamente afetados pelas tempestades que devastaram a região do Vale do Cuiabá.

    A IEAB e a Diocese Anglicana do Rio de Janeiro (DARJ) agradecem a todos que têm apoiado os esforços humanitários no Rio. Segundo o Bispo Filadelfo Oliveira, o Arcebispo de Cantuária, Revmo. Rowan Williams, entrou em contato no dia 16/01 para assegurar ao povo do Rio de suas orações e apoio. O Serviço de Notícias da Comunhão Anglicana também tem coberto as notícias enviadas pela IEAB, permitindo a nossos amigos ao redor do mundo encontrarem formas de ajudar a DARJ.

    O Revmo. Neil Alexander, Bispo da Diocese Episcopal de Atlanta, com a qual a DARJ possui companheirismo, enviou um apelo a todos os seus paroquianos, e solicitando que doassem ofertas através de uma conta específica aberta para tal, a qual permite doações via cartão de crédito e pode ser acessada por aqui.

    A conta para doações diretamente à DARJ é a seguinte:

    Banco Bradesco
    Agência 3176-3
    Conta-corrente 433594-5

    Os fundos transferidos com o intuito de apoio às vítimas serão inteiramente utilizados para essa tarefa. A IEAB tem trabalhado com organizações parceiras para garantir que doações serão transferidas para os necessitados. Muitos trabalhavam em atividades agrícolas, e perderam inclusive sua fonte de renda. Não é possível saber se poderão voltar às suas propriedades, anteriormente tidas como seguras. Todos necessitam de alimento, agasalhos e artigos de higiene. Tais objetos deverão ser concentrados e encaminhados ao Escritório Diocesano que fará a distribuição entre os grupos formados voluntariamente para tal.

    Rua Fonseca Guimarães 12, Santa Teresa
    Rio de Janeiro RJ 20240-260 Brasil
    21 2220-2148

    Animais órfãos e abandonados têm aumentado nas áreas de crise. A fim de prevenir um impacto ambiental negativo, prover a tais criaturas um novo lar, bem como evitar riscos de proliferação de doenças tanto entre eles quanto entre ser humanos, diversos abrigos têm se esforçado em direcioná-los a novos donos e famílias. A Rede Anglicana do Bem-Estar Animal, através da Revda. Josi Saldanha, também está trabalhando nesse sentido e aceita doações para tal.

    O povo da DARJ pede a todos seus amigos em Cristo no Brasil e no exterior para que orem especialmente pelo repouso eterno das centenas de vítimas que perderam suas vidas nas últimas enchentes, por seus parentes em meio a tal calamidade, pela reconstrução das vidas das vítimas sobreviventes, pelos esforços humanitários das diversas agências, pelos governantes em seu discernimento de como coordenar medidas efetivas de reconstrução, e pelas comunidades da Igreja na área afetada, especialmente Calvário, São Miguel e Todos os Anjos e Escola Anglicana de Araras. A IEAB também oferece orações e suporte para as vítimas de catástrofes similares na Austrália, Sri Lanka e FIlipinas. Rezemos todos e ajamos para que a humanidade tenha sabedoria ao aprender como respeitar, cuidar e proteger este planeta, e que encontremos modos de prevenir perdas terríveis como a que vemos agora.

    -

    Luiz Coelho

    Membro do GT-Comunicação da IEAB

     
  • SNIEAB 22:23 on 17/01/2011 Permalink | Responder
    Tags: auxílio, , , , , , rio de janeiro,   

    Carta pastoral do Primaz sobre o auxílio às vítimas das enchentes no Estado do Rio de Janeiro 

    “Elevo os olhos para os céus,
    De onde virá o meu socorro?
    O meu socorro vem do Senhor que fez os céus e a terra”

    Salmo 121,1,2.

    Irmãs e Irmãos,

    Paz e Bem!

    Nestes dias, temos visto os estragos e o desastre que têm ocorrido em algumas cidades do Rio de Janeiro. Famílias têm sido destruídas e estão enlutadas pelas perdas. As cenas são de choro e pranto diante dos fatos.

    Vi na televisão um pai aos prantos porque conseguiu salvar os quatro filhos, mas perdeu a esposa. Aos prantos, ele dizia: “perdi uma parte da minha vida, salvei meus filhos e perdi minha esposa.”

    A Defesa Civil informava, no dia de hoje, que já contabiliza 645 mortos, e que as buscas às pessoas desaparecidas continuará. São mais de 13 mil pessoas desabrigadas.

    Somos gratos a Deus por muitas mensagens que temos recebido de solidariedade e, muito especialmente, recebemos a palavra de solidariedade e oração do arcebispo Rowan Williams, enviada ao Primaz e ao Bispo do Rio de Janeiro, Dom Filadelfo.

    A Diocese do Rio de Janeiro, conforme temos recebido informações, tem iniciado uma campanha de doações para apoiar as vítimas deste desastre. A nossa Missão em Nova Friburgo e a Escola Anglicana em Araras têm sido dois pontos de referência para o apoio às vítimas. Outras comunidades diocesanas estão se mobilizando para integrar esse serviço de apoio.

    Quero convocar toda a Igreja do Brasil para que, nestes próximos dois domingos da Epifania de Nosso Senhor Jesus Cristo, ofereçamos as coletas dominicais como doação e apoio de solidariedade. A Diocese Anglicana do Rio de Janeiro disponibilizou a seguinte conta para depósitos:

    Banco Bradesco
    Agência 3176-3
    Conta corrente 433594-5
    Diocese Anglicana do Rio de Janeiro
    Rua Fonseca Guimarães 12, Santa Teresa
    Rio de Janeiro RJ 20240-260 Brasil
    +55 21 2220-2148

    Conto com a participação de todas as comunidades Anglicanas do Brasil neste apelo de solidariedade, na certeza que o estaremos atendendo concretamente as pessoas que necessitam de apoio, solidariedade e conforto. Faça sua contribuição nestes Domingos, e nossa oferta será um cântico novo para quem vai receber.

    Do Vosso Primaz,

    -

    Revmo. Dom Mauricio Andrade

    Bispo Primaz da IEAB

     
  • SNIEAB 20:03 on 14/01/2011 Permalink | Responder
    Tags: , , , , rio de janeiro, ,   

    IEAB em solidariedade com as vítimas das enchentes e deslizamentos 

    As recentes chuvas que castigaram diversas áreas da Região Sudeste do Brasil, e em especial municípios da Região Serrana do Rio de Janeiro, deixam a todos nós consternados e em busca de possibilidades de auxílio as inúmeras vítimas afetadas.

    A Diocese Anglicana do Rio de Janeiro emitiu ontem dois comunicados, e está centralizando coletas de material e doações para suporte às vítimas na sua área de jurisdição. Com uma presença considerável nas áreas afetadas (contando duas comunidades e uma escola anglicana), a diocese pretende juntar forças com outras organizações nessa tarefa.

    Segue a mensagem do Tesoureiro Diocesano, Rev. Ivaldo Correia:

    Como podeis ver pelos noticiários das redes de comunicação o que vem acontecendo nas áreas de Teresopolis, Petropolis e Nova Friburgo, locais em temos presença como Igreja, como Asario e como irmãos anglicanos que moram dentro da mesma periferia. Chegou a hora de como Igreja tomarmos a nossa decisão de ajudar as pessoas ali que sofreram suas perdas independentes de credo, raça e cor. Venho propor que nos unamos e levantemos uma coleta  em moeda corrente, roupas, artigos de limpeza pessoal, no 3º DOMINGO DA EPIFANIA para ajudar as vitimas das enchentes. Como temos pessoas que moram nos locais passariamos o que foi arrecadado em partes iguais para serem distribuidos entre juntos as instituições ou mesmo os anglicanos poderiam se fazer presentes.

    Lembrem as palavras de Jesus que disse: “Coisa mais bem aventurada é dar do que receber”. ou as de Gandhi : Ninguem é tão pobre que não possa dar ou tão rico que não possa receber.

    As ofertas em moeda corrente deverão ser concentradas na conta corrente da Diocese:

    Banco Bradesco
    Agência 3176-3
    conta corrente 433594-5

    As roupas e objetos deverão  ser concentrados e encaminhados ao Escritório Diocesano que fará a distribuição entre os grupos formados voluntariamente para tal.

    Rua Fonseca Guimarães 12, Santa Teresa
    Rio de Janeiro RJ 20240-260 Brasil
    +55 21 2220-2148

    O Bispo Diocesano, Dom Filadelfo Oliveira, que se encontrava em férias até o presente momento, também enviou uma mensagem de suporte e pedidos de colaboração.

    Paz e Bem a todos.

    “Porque tive fome, e me destes de comer; tive sede, e me destes de beber; era forasteiro, e me hospedastes; estava nú, e me vestistes; enfermo, e me visitastes; preso e fostes ver-me.” Mt. 25, 35.

    Ao nos depararmos com a tragédia que se abateu sobre a região serrana do Rio de Janeiro, ficamos consternados com a situação das vítimas e indignados com a falta de planejamento do uso do solo que aumenta as consequências dessas catástrofes climáticas.

    Lamentavelmente esta não é a primeira vez que nos vemos diante de situação semelhante, sendo assim, queremos parabenizar o Revdo Ivaldo pela iniciativa de lembrar-nos que podemos fazer algo em benefício das vítimas.
    Vamos nos engajar nesta campanha e ajudarmos no auxílio de nossos irmãos e irmãs que perderam seus ente queridos, amigos e suas residências. Sejamos solidários, como cristãos essa também é a nossa missão

    No amor de Cristo

    +Filadelfo Oliveira

    A IEAB agradece por suas contribuições e orações. Como recurso litúrgico, a Comunhão Anglicana também ofereceu uma coleta, composta pelo Primaz da Austrália e Arcebispo de Brisbane: Revmo. Philip Aspinall. Fiquemos em espírito de oração.

    Grande Deus, cujo amor por nós não tem limites, pedimos por toda a gente que foi afetada por enchentes e deslizamentos. Conforta a quem perdeu seus entes queridos; fortalece os que já não mais têm suas casas, memórias e fontes de sustento; encoraja e suporta a todas as pessoas que prestam socorro e assistência. Enche nossos corações de compaixão e generosidade por todos os necessitados. À medida que encaramos nossos maiores medos, possamos ter certeza da tua presença conosco e confiarmos na promessa de vida nova além de quaisquer adversidades. É o que pedimos mediante Jesus Cristo, nosso Senhor, que vive e reina contigo e com o Espírito Santo, um só Deus, agora e sempre. Amém.

    -

    Luiz Coelho

    Membro do GT-Comunicação

     
  • SNIEAB 15:34 on 03/05/2010 Permalink | Responder
    Tags: , , rio de janeiro   

    Rio de Janeiro: 60 anos de presença anglicana 

    Um misto de concílio, conferência de planejamento e muita celebração compuseram as comemorações de sessenta anos da Diocese Anglicana do Rio de Janeiro. O evento realizou-se nas dependências da Paróquia de São Lucas que acolheu os participantes com muita alegria entre os dias 21 e 23 de abril. Para os aficcionados do Twitter, o evento foi coberto ao vivo pelo Secretário Geral da IEAB que foi um dos convidados ao Concílio. Outro convidado que trouxe uma excelente contribuição com oficina de planejamento foi Maruilson Souza, da Diocese do Recife. Um animado plenário construiu com muita empolgação a Visão da DARJ para a próxima década. O bispo diocesano, D. Filadelfo, em diversos momentos do concílio destacou que a vida diocesana passa por grandes transformações e que o imperativo da missão cada vez mais mais presente na mente e nos corações dos fiéis e de suas comunidades.

    Outro destaque do Concílio foi a vivência litúrgica. Celebrou-se os 25 anos de ordenação feminina com uma Eucaristia presidida pelas mulheres e se evocou a memória de tantas pessoas que foram pioneiras na defesa dessa inclusão total das mulheres na vida da Igreja. Outra comovente celebração foi a dos 60 anos da diocese, com testemunhos do passado, presente e do futuro. Muitas pessoas não contiveram as lágrimas ao ouvir que muitos foram os desafios enfrentados mas igualmente muitas foram as bençãos recebidas ao longo desse tempo de existência da diocese que mais criou filhas espirituais na Província. É bom lembrar que a DARJ gerou três dioceses: São Paulo, Recife e Brasilia. Finalmente, na celebração enceramento, se celebrou os 120 anos da IEAB, tendo o Secretário Geral sido o pregador. Em sua fala, ele conclamou a diocese a seguir seu sonho e assumir unida as implicações da missão, porque ninguém faz missão sozinho. Mais que uma reunião conciliar, a DARJ viveu uma autêntica festa comunitária.

    A IEAB se orgulha desse testemunho e oferece a Deus as ações de graças pela diocese Anglicana do Rio de Janeiro. Um álbum de fotografias do evento pode ser visto a seguir.

    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS

    _

    Rev. Cônego Francisco de Assis da Silva

    Secretário Geral da IEAB

     
  • SNIEAB 7:43 on 21/03/2010 Permalink | Responder
    Tags: centenário, , paróquia, rio de janeiro   

    Santíssima Trindade: mais uma joia na coroa da IEAB completa seu centenário 

    Ontem foi mais um dia de festa para a nossa Igreja. A Paróquia da Santíssima Trindade, localizada no tradicional bairro do Méier, no Rio de Janeiro, celebrou com muita festa o seu aniversário de 100 anos. A missa foi presidida pelo bispo diocesano, Dom Filadelfo Oliveira, e contou com a presença em massa do povo da paróquia, do clero diocesano e de visitantes locais e ecumênicos.

    A Santíssima Trindade é a terceira comunidade mais antiga da Diocese do Rio de Janeiro, ficando atrás apenas da Paróquia do Redentor, que comemorou seu centenário ano passado, e da Igreja de Cristo (Christ Church), primeira comunidade anglicana do Brasil, com duzentos anos de história servindo de capelania para a comunidade anglófona da cidade.  Se considerarmos apenas os trabalhos em língua portuguesa e intencionalmente voltados à imensa maioria de cariocas, a Igreja da Santíssima Trindade reveste-se de ainda maior importância.  É fruto direto do primeiro trabalho de evangelização episcopal na Cidade Maravilhosa.

    Por ela passaram diversas figuras ilustres da IEAB. Nela foram realizados inúmeros concílios e eventos diocesanos. Hoje, após uma série de revezes que lhe impuseram um pesado fardo financeiro, a igreja anglicana do Méier vive seu renascimento. Gradualmente, tem voltado a exercer seu papel histórico de evangelização no coração daquele bairro, e tem experimentado crescimento qualitativo e quantitativo.  Atualmente, seu reitor é o Rev. Eduardo Costa, jovem carioca com a cara da nova geração anglicana da IEAB. A Trindade comemora seus 100 anos sem lamentos, mas olhando para o futuro com muita esperança e fé.

    O Bispo Filadelfo ressaltou, em sua homilia, o papel importantíssimo daquela paróquia na missão episcopal no Rio de Janeiro.  Também enfatizou a necessidade de se seguir o mandamento missionário e de transformação que tem caracterizado a comunidade.  O santuário ainda estava parcialmente em obras, mas já era possível ver os primeiros resultados de uma reforma de embelezamento desse edifício histórico. Ao final da celebração, o bispo abençoou o novo crucifixo afixado no lado leste do templo.

    Get the Flash Player to see the wordTube Media Player.

    Um momento igualmente tocante foi a participação de membros ativos na vida paroquial ao longo de décadas a fio. As senhoras Alcy e Orchidéa, que ajudaram a sustentar a paróquia por anos e anos, participaram da liturgia fazendo as intercessões e uma leitura, respectivamente.  A Sra. Orchidéa, membro mais antigo da paróquia, também ganhou uma orquídea como presente pela sua fidelidade à comunidade, entregue à ela pelo Pe. Eduardo Costa em nome de toda a congregação.  Outra leitura foi proferida pelo Sr. José, membro mais recente da paróquia, o qual foi recebido em comunhão naquela noite.  Além disso, a celebração contou com a instituição de um ministro leigo.  Após 100 anos, a Trindade continua a se renovar, buscando ser luz no bairro do Méier e no Rio de Janeiro.

    Mais fotos do evento podem ser vistas a seguir:

    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS
    MSS

    -

    Luiz Coelho

    Membro do GT-Comunicação da IEAB

     
c
escrever um novo post
j
próximo post/próximo comentário
k
post anterior/comentário anterior
r
responder
e
editar
o
mostrar/esconder comentários
t
topo
l
go to login
h
show/hide help
esc
cancelar