Tagged: liturgia RSS

  • SNIEAB 14:26 on 04/02/2019 Permalink | Responder
    Tags: Consulta Internacional de Liturgia Anglicana, , liturgia   

    Consulta Internacional de Liturgia Anglicana (IALC) – Encontro de 2019 em Hong Kong – Comunicado 

    Encontro de 2019 em Hong Kong – Comunicado


    A Consulta Internacional de Liturgia Anglicana reuniu-se em Hong Kong, de 21 a 25 de janeiro de 2019. A Consulta foi calorosamente recebida pela Hong Kong Sheng Kung Hui e agradece pelas instalações colocadas à sua disposição pela Catedral de São João Teólogo da Diocese da Ilha de Hong Kong, na pessoa do reitor, o Revmo. Matthias Tze Wo Der. A reunião também agradece o apoio e assistência dos seminaristas da Faculdade de Teologia Ming Hua. O Escritório da Comunhão Anglicana foi representado na reunião pelo Rev. Neil Vigers, Executivo do Programa para Unidade, Fé e Ordem. Havia membros representantes de 21 Igrejas da Comunhão. Esta foi a primeira reunião completa da IALC desde que a decisão de Montreal 2015 quanto a não mais coincidir suas reuniões com os congressos da sociedade ecumênica internacional Societas Liturgica.


    Foi, portanto, um prazer reconhecer que mais da metade das Igrejas da Comunhão Anglicana enviou representação à reunião. Também foi importante notar que metade dos participantes estavam se juntando à Consulta pela primeira vez. A IALC pôde apoiar a participação de alguns membros através do fundo de bolsas. Serão necessárias doações significativas de bolsas para assegurar essa participação em futuras reuniões.

    Durante a semana, o ofício diário foi oficiado por equipes das várias regiões da Comunhão. A Consulta teve a honra de ser convidada pelo Primaz, Arcebispo Paul Kwong, para uma celebração da Eucaristia presidida por ele. O ofício celebrou a memória da Rev. Florence Li Tim-oi, na véspera do aniversário de sua ordenação, em 25 de janeiro de 1944. Ela foi a primeira mulher a ser ordenada ao sacerdócio na Comunhão Anglicana. A reunião também teve o prazer de se juntar à congregação da Catedral de São João e à comunidade cristã mais ampla de Hong Kong em uma liturgia para a semana de oração pela unidade das pessoas cristãs.

    Relatórios das Igrejas e Províncias

    Os relatórios provinciais indicaram um movimento significativo em várias províncias no tocante à revisão de livros de oração, hinários e textos litúrgicos, que enfatizaram a importância da IALC em relação ao compartilhamento de conhecimento, recursos e processos. No contexto da revisão de calendários, várias províncias têm considerado maneiras de incorporar santos, santas e mártires locais e indígenas.

    Várias Igrejas relataram sobre o trabalho que estavam realizando em relação a referências de gênero para Deus, particularmente em textos em línguas neolatinas. A partir desses relatos de contextos muito diferentes, reconheceu-se que as questões levantadas pela linguagem inclusiva e pelas linguagens de gênero exigiam respostas cuidadosas e contextualmente apropriadas sobre as quais trabalho adicional seria necessário.

    A Consulta também recebeu um relatório da Rede Litúrgica Anglicana da Ásia Oriental, que havia sido estabelecida em 2017 na Coréia e se reuniu para sua primeira conferência em 2018 no Japão.

    Trabalho quanto a orações pela unidade na Comunhão

    A pedido do Grupo de Trabalho dos Primazes, a reunião se empenhou em preparar recursos e material litúrgico relative ao conceito de unidade da Comunhão Anglicana. Esse trabalho foi realizado durante a semana de oração pela unidade das pessoas cristãs, reconhecendo que, como anglicanos(as), nossos próprios ‘laços afetivos’ foram testados nas últimas décadas.

    Nossa unidade, no entanto, não pode significar uniformidade, já que nossas muitas culturas, idiomas e formas de incorporar e ampliar as tradições anglicanas que herdamos, crescem cada vez mais diversificadas. O Grupo de Trabalho dos Primazes pediu à IALC material que pudesse ser incluído tanto na celebração eucarística como nos ofícios da palavra. A reunião não forneceu ofícios completos de nenhum tipo.


    Declarações anteriores da IALC, especialmente as de Praga e Dublin, oferecem diretrizes para a estrutura litúrgica e para elementos típicos que podem ser incluídos em liturgias eucarísticas e outras. Em vez disso, a reunião desenvolveu uma série de recursos litúrgicos de diferentes tipos, havendo também a sugestão de leituras bíblicas e sentenças das Escrituras para uso em liturgias onde a unidade, e a unidade da Comunhão em particular, é o tema.

    Formação litúrgica e educação teológica

    Na Consulta de Montreal, em 2015, os relatórios das províncias expressaram preocupação com o treinamento e formação litúrgica inadequados do clero e lideranças leigas, e que a educação litúrgica não era mais vista como prioridade em muitos seminários e esquemas de treinamento ministerial. Levando em consideração essas preocupações, uma parte significativa do trabalho em Hong Kong foi destinada a fim de considerar os elementos centrais e o contexto da formação litúrgica para o ministério.

    A Consulta começou seu trabalho em ouvir os diferentes contextos em que a formação litúrgica está ocorrendo. A partir desses diferentes contextos, a reunião identificou as principais competências teológicas e práticas que são essenciais em todas as Igrejas da Comunhão Anglicana. Parte deste trabalho está sendo relatado para a Educação Teológica para a Comunhão Anglicana (TEAC), uma vez que eles dão mais atenção a requisitos das grades de várias formas de ministério e discipulado cristão nas Igrejas da Comunhão Anglicana.

    Levar a palavra adiante

    O trabalho da reunião foi agora passado ao Comitê Diretivo, que apresentará declarações completas para apresentação ao Conselho Consultivo Anglicano (ACC) em sua reunião em Hong Kong no final deste ano.

    Reunião Diretiva

    A reunião aceitou uma resolução do Comitê Diretivo a fim de clarificar regras da rede e confirmar que o Comitê Diretivo pode cooptar indivíduos para ajudar em temas específicos de trabalho, ou na coordenação e planejamento de uma reunião da Consulta. A reunião também aceitou uma resolução adicional que obriga o(a) Presidente(a) que está no final de seu mandato da IALC a continuar, ex-officio, como membro do Comitê Diretivo por um curto período de tempo, a fim de garantir que o trabalho realizado em uma reunião seja concluído e relatado. A reunião também elaborou uma resolução para o ACC sobre o compartilhamento de material litúrgico entre as Igrejas da Comunhão. A reunião elegeu quatro novos membros para o Comitê Diretor.


    Os membros integrais do Comitê de Direção nomeado para servir a IALC a partir desta reunião são:

    Christine Benoit (nova) – Igreja Anglicana do Oceano Índico

    Luiz Coelho (novo) – Igreja Episcopal Anglicana do Brasil

    Dane Courtney – Igreja Anglicana da Austrália

    Keith Griffiths – Igreja Anglicana do Sul da África

    Simon Jones (novo) – Igreja da Inglaterra

    Chun Wai Lam (novo) – Hong Kong Sheng Kung Hui

    Lizette Larson-Miller – Igreja Anglicana do Canadá (ex-officio)

    Cynthia Botha – Igreja Anglicana do Sul da África (Secretária)

    Neil Vigers- Escritório da Comunhão Anglicana

    Participantes da Consulta

    Fereimi Cama – Igreja Anglicana em Aotearoa, Nova Zelândia e Polinésia

    Chris Chataway – Igreja Anglicana da Austrália

    Doug Morrison-Cleary – Igreja Anglicana da Austrália

    Elizabeth Smith – Igreja Anglicana da Austrália

    Dane Courtney – Igreja Anglicana da Austrália

    Luiz Coelho – Igreja Episcopal Anglicana do Brasil

    Douglas Fenton – Igreja Anglicana do Canadá

    Lizette Larson-Miller – Igreja Anglicana do Canadá

    Brighton Malasa – Igreja da Província da África Central

    Lakshman Daniel – Igreja do Ceilão

    Harvey Howlett – Igreja da Inglaterra

    Simon Jones – Igreja da Inglaterra

    Chun Wai Lam – Hong Kong Sheng Kung Hui

    Christine Benoit – Igreja Anglicana do Oceano Índico

    Gilbert Rateloson – Igreja Anglicana do Oceano Índico

    Gerald Field – Igreja da Irlanda

    Alan Rufli – Igreja da Irlanda

    Nak-Hyon Joseph Joo – Igreja Anglicana da Coréia

    Stephen Ofo-Ob – Igreja Episcopal nas Filipinas

    Shintaro Ichihara – Nippon Sei Ko Kai (Comunhão Anglicana no Japão)

    Ryo Nagatani – Nippon Sei Ko Kai (Comunhão Anglicana no Japão)

    Saya Ojiri Nippon – Sei Ko Kai (Comunhão Anglicana no Japão)

    John Davies – Igreja Episcopal Escocesa

    Moses Chin – Igreja da Província do Sudeste Asiático

    Bismark Avokaya – Igreja Episcopal do Sudão do Sul

    Cynthia Botha – Igreja Anglicana do Sul da África

    Keith Griffiths – Igreja Anglicana do Sul da África

    Daniel Musa – Igreja Episcopal do Sudão

    Bruce Jenneker – Igreja Episcopal

    Jason Lucas – Igreja Episcopal

    Ruth Meyers – Igreja Episcopal

    Catherine Haynes – Igreja no País de Gales

    Neil Vigers  – Escritório da Comunhão Anglicana


     
  • SNIEAB 22:01 on 22/11/2014 Permalink | Responder
    Tags: bíblia, escrituras, lcr, lecionário, leituras, liturgia,   

    Um novo lecionário para o povo da IEAB 

    Irmãos e Irmãs

    “E mais, que o povo (ouvindo as Escrituras Sagradas lidas na Igreja) pudesse aprofundar-se cada vez mais no conhecimento de Deus, e ser contagiado pelo amor da sua verdadeira religião”.
    Prefácio do LOC de 1549

    Tenho a imensa satisfação de anunciar que neste tempo de começo litúrgico de um novo ano, a IEAB passa a usar o Lecionário Comum Revisado. A Comissão Provincial de Liturgia (*) está ultimando as revisões dos ofícios que estarão contidos no novo LOC brasileiro, programado para ser lançado no mês de Junho de 2015. Quero parabenizar todos os membros dedicados desta Comissão que não tem medido esforços para atender a demanda de toda a Igreja que é ter em suas mãos um novo LOC, revisado, ampliado, e atualizado teológica e culturalmente à realidade brasileira. Todo este processo tem recebido o aval da Câmara dos Bispos, do Conselho Executivo e do próprio Sínodo de nossa IEAB.

    Neste processo rico de aprendizado e de produção de uma liturgia bem brasileira, a Igreja tem experimentado, nas dioceses e nos eventos provinciais, as liturgias eucarísticas com linguagem apropriada, inclusiva e mais próxima possível do jeito brasileiro de celebrar a nossa fé anglicana.

    Ao lado dos Ofícios em suas múltiplas relações com a vida comunitária e individual e do Saltério, com sua poesia litúrgica dos Salmos da Bíblia, temos uma importante ferramenta que educa a Igreja em seu dia a dia: o Lecionário. Nele encontramos as leituras apropriadas para os ofícios eucarísticos, dominicais e também para as devoções diárias. Por isso, e também abraçando a riqueza ecumênica, a IEAB, com expressa autorização da Câmara dos Bispos, adota com alegria o Lecionário Comum Revisado.

    Construído ecumenicamente durante um longo processo, O Lecionário Comum Revisado hoje é adotado pela grande maioria das Igrejas Cristãs que estão em diálogo umas com as outras para permitir que assim todos possamos celebrar da forma mais sinérgica possível a liturgia da Palavra e os temas chaves do Ano Cristão.

    O novo Lecionário Comum Revisado tem algumas mudanças importantes. Nem sempre haverá um salmo interlecional nas leituras dominicais e de dias santos. Em alguns casos, será um cântico das Escrituras. Esse cântico ou salmo interlecional é também chamado de gradual. Também será possível observar que aumentou a oferta de comemorações litúrgicas no nosso calendário, em concordância com a prática de algumas de nossas comunidades e de nossas províncias irmãs da Comunhão Anglicana. Sendo assim, foram introduzidos próprios para a celebração da solenidade do Sacramento do Corpo e Sangue de nosso Senhor Jesus Cristo (Corpus Christi), do Memorial de todos os Fiéis (Finados), entre outras. O LCR, em conjunto com o calendário litúrgico do novo LOC, permite uma maior versatilidade na adoção e celebração de festas e comemorações.

    Durante o Tempo Comum, haverá duas opções de leituras do Antigo Testamento. Uma delas é mais relacionada à temática do Evangelho. A outra, chamada semicontínua, permite a leitura corrida de textos do Antigo Testamento, ao longo de diversos domingos. O LCR busca reforçar as possibilidades de leitura do Antigo Testamento – ponto fraco do lecionário anterior.

    Mas a mudança mais importante e radical é a adoção de um Lecionário de Ofícios Diários em 3 anos, correndo paralelamente ao Lecionário de Domingos e Dias Santos. Desse modo, ambos trabalham juntos, para fins distintos. O Lecionário de Domingos e Dias Santos está voltado à adoração comunitária na Santa Eucaristia. O Lecionário de Ofícios Diários busca avivar a oração comum nos lares e nas igrejas, sob a forma dos ofícios diários (sobretudo a oração matutina e a oração vespertina. O princípio das leituras diárias é seu relacionamento com as leituras eucarísticas dos domingos e dos festivais. As leituras dos ofícios diários foram escolhidas de modo a permitir que os dias que se aproximam do domingo (quinta-feira até sábado) sirvam de preparação às leituras dominicais. Os dias que seguem ao domingo (segunda-feira a quarta-feira) são reflexões das leituras de domingo.

    O Lecionário de Ofícios Diários deve ser usado apenas para ofícios de oração. Nos domingos e festas principais, caso se queira realizar um ofício de oração, usam-se as leituras do Lecionário de Domingos e Festas Principais. Para a Santa Eucaristia, devem ser utilizadas as leituras do Lecionário de Domingos e Festas Principais. No caso de Eucaristia em dia de semana, se não houver festa principal para aquele dia, usam-se as leituras do domingo anterior. Assim, seremos forçados a voltar ao hábito das liturgias diárias de oração, nos nossos lares e famílias. Existe um lecionário especialmente para isso. E o melhor: ele nos prepara para o ofício eucarístico comunitário.

    Que possamos vivenciar com alegria e espirito orante o novo lecionário. Ele está disponível nos links ao final desta matéria, e estará repleto de recursos adicionais no site http://liturgia.ieab.org.br, podendo ser baixado a partir da quarta-feira da semana que vem, para uso já a partir deste Primeiro Domingo do Advento!

    Que a meditação sobre a Palavra de Deus inspire e alimente a nossa fé tanto individual como comunitária!

    ++Francisco

    * Dom Mauricio Andrade (DAB, presidente), Revda Deã Marinez Bassotto (Custódia do LOC – ex officio), Revda Dilce de Paiva (DAP), Revda Rose Cunha (DAR), Rev. Luiz Coelho (DARJ) e Sra. Noemi Buyo (DM)

    BAIXE AQUI OS NOSSOS NOVOS LECIONÁRIOS, EFETIVAMENTE VÁLIDOS A PARTIR DA QUINTA-FEIRA ANTERIOR AO PRIMEIRO DOMINGO DO ADVENTO EM 2014 (ANO B):

    Liturgias e documentos provisórios do próximo Livro de Oração Comum

     
    • Julio Simões 8:46 on 25/11/2014 Permalink | Responder

      Olá, povo lindo da IEAB!
      Tenho uma editora, e se quiserem posso imprimir para a Igreja, a preço de custo.
      No entanto, ressalto que há problemas de diagramação (está muito pouco clara) e ortografia no atual documento.
      Urge, na minha opinião de editor, melhorar o arquivo WORD, e trancá-lo em um PDF protegido contra gravação, A NÃO SER que esta seja uma versão experimental.
      No mais, tocante à liturgia (e sou mestre em liturgia pela PUC-SP), acredito que poderíamos adicionar uma breve introdução (manual) de utilização do Lecionário, seguindo o modelo que existe em algumas igrejas irmãs, para facilitar o uso do mesmo, e a compreensão.
      Me incomoda MUITO, por exemplo, o uso de “Sirácida” no lugar de “Eclesiástico”, que é a nomenclatura em 98,7% das Bíblias que contenham o cito livro.
      Portanto, ficam as observações acima, mas fechando, a seguinte:
      Ficou muito bem feito, de um ponto de vista teológico-ecumênico.
      Um abração
      Julio – Ponto Missionário de Juiz de Fora – DARJ

  • SNIEAB 15:18 on 25/05/2012 Permalink | Responder
    Tags: , liturgia,   

    Liturgia da IEAB para Domingo Anglicano Rumo à Rio+20 

    “Que nossos passos sejam de esperança,
    Nossos corpos trabalhem pela paz e integridade da criação,
    Nossos lábios proclamem, enamorados, uma oração de paixão pela vida.
    Por nosso Senhor Jesus Cristo, na Unidade do Espírito Santo. Amém! ” Liturgia Domingo Rumo à Rio+20


    Apresentamos mais um recurso litúrgico que poderá ser utilizado em nossas comunidades na preparação para a Rio+20.

    Acesse a Liturgia Domingo Anglicano Rumo à Rio+20

    Liturgia Rio +20 Trindade

     
  • SNIEAB 19:34 on 12/04/2011 Permalink | Responder
    Tags: liturgia, ,   

    Renovação Litúrgica e Propostas para a Semana Santa 

    Acaba de ser lançado no ar, o site do Custódio do Livro de Oração Comum para servir a IEAB com liturgias para uso do seu culto público. A proposta do site foi pensada e realizada pelo atual custódio, Reverendo Dessórdi Peres, doutorando da Universidade de Berkeley, na Califórnia.

    O Bispo Primaz Dom Maurício Andrade, Presidente da Comissão de Liturgia, apoia a divulgação das propostas litúrgicas que procuram responder às necessidades pastorais e promovem o crescimento espiritual e teológico do Clero e Povo da IEAB. Destacamos, especialmente nesse final de Tempo da Quaresma, os recursos litúrgicos para a Semana Santa.

    O Custódio do Livro e a Comissão Nacional de Liturgia solicitam que sejam enviados comentários, críticas e sugestões sobre como tem sido nas comunidades a recepção das propostas litúrgicas através dos seguintes emails:

    Reverendo Dessórdi Peres- custodiodoloc@ieab.org.br (Custódio do Livro)
    Bispo Maurício Andrade- mandrade@ieab.org.br (Presidente da Comissão de Liturgia)
    Reverendo Arthur Cavalcante- acavalcante@ieab.org.br (Secretário Geral)

    O site pode ser acessado em: http://custodiodoloc.ieab.org.br

    -

    Rev. Arthur Cavalcante

    Secretário Geral da IEAB

     
  • SNIEAB 15:26 on 18/03/2010 Permalink | Responder
    Tags: , , liturgia   

    Março: compromisso da IEAB com a Juventude 

    Desde o começo deste mês a IEAB está vivendo o Mês da Juventude. Todos os anos, com um trabalho feito a diversas mãos, a Juventude da IEAB oferece a toda a Igreja textos reflexivos e sugestões litúrgicas para serem divulgados e aplicados nas paróquias e missões em todo o país. O tema deste 2010 é Identidade Anglicana e foi fruto do processso de rearticulação da juventude provincial levada a efeito em oficinas de capacitação realizadas em Curitiba e Recife no último trimestre de 2009. Segundo a coordenação nacional da Juventude, o objetivo de tal iniciativa é despertar o compromisso da Igreja com os jovens e fazê-los sentir-se parte do testemunho vivo da fé cristã tanto para dentro como para fora da comunidade eclesial.


    Dada a importância de se trabalhar o jeito de ser anglicano e preparar os jovens para uma presença efetiva na sociedade, é que para este ano se pensou em trabalhar o tema da identidade. Em um ano de celebrações importantes como a dos 120 anos da IEAB e em meio a um processo de reflexão sobre o futuro e a missão da Igreja para a próxima década, a Juventude é voz a ser ouvida e considerada. O material foi elaborado por um grupo de trabalho sob a coordenação da Revda. Tatiana Ribeiro e da Postulante Tatiane Vidal. Um criativo cartaz foi disponibilizado (foto) e os recursos textuais (temático e liturgico) estão disponíveis para divulgação e aplicação no site da IEAB. Você pode acessá-los clicando aqui e aqui.

    -

    Revd. Cônego Francisco de Assis da Silva

    Secretário Geral da IEAB

     
c
escrever um novo post
j
próximo post/próximo comentário
k
post anterior/comentário anterior
r
responder
e
editar
o
mostrar/esconder comentários
t
topo
l
go to login
h
show/hide help
esc
cancelar