Tagged: ecumenismo RSS

  • SNIEAB 16:46 on 17/03/2011 Permalink | Responder
    Tags: ecumenismo, ,   

    IEAB e a Convocatória da Paz em Jamaica 

    O bispo Dom Orlando Santos (Diocese Meridional) e o Reverendo Arthur Cavalcante (Diocese Anglicana de São Paulo) participarão representando a Igreja Episcopal Anglicana do Brasil no Conselho Mundial de Igrejas. Segue nota do evento (texto de Marcelo Schneider/CMI).

    Inspirada pelo som de um cântico novo, escrito especificamente para a Convocatória Ecumênica Internacional pela Paz (CEIP) e pela proclamação de que a Jamaica é o lugar apropriado para este evento de paz, a CEIP foi lançada oficialmente, no dia 15 de março, durante uma cerimônia em Kingston, Jamaica, organizada pelo Conselho de igrejas daquele país e pela Conferência de Igrejas do Caribe, que são as organizações anfitriãs da CEIP.

    O lançamento, que contou com a presença de líderes de igrejas da Jamaica e teve cobertura da mídia local, foi feita para chamar a atenção para a CEIP, que acontecerá no campus da Mona, Universidade das Índias Ocidentais, em Kingston, entre 17 e 25 de maio deste ano.

    Num breve discurso para o grupo, o arcebispo Donald Reece da Igreja Católica Romana, presidente da Conferência de Igrejas do Caribe, disse que acredita que “a Jamaica é o lugar adequado para ter esta convocação.”

    “Temos um cenário onde podemos constatar a marcha contra a violência daqueles que lutam pela paz”, disse ele, referindo-se a história de violência na Jamaica e na região, que inclui os pecados da escravidão e da servidão. “Nós não somos chamados à experiência da guerra e do ódio, mas somos chamados a experimentar a unidade e a paz”, concluiu.

    Ao fazer seu discurso oficial de lançamento do evento, o Dr. Mathews George Chunakara, diretor do programa de testemunho público do Conselho Mundial de Igrejas (CMI) e da sua Comissão das Igrejas em Assuntos Internacionais, deu um panorama do trabalho do CMI pela paz ao longo das décadas e como o CEIP está enraizada no contexto da Década para Superar a Violência (DSV), que terminou no ano passado.

    “Agora chegamos ao ápice da era DSV”, disse ele, lembrando que os delegados da 9 ª Assembléia do CMI, em Porto Alegre, Brasil, em 2006, propuseram uma reunião internacional de paz ecumênico como o clímax da DSV e para avaliar sucessos e dificuldades da década.

    Ao mesmo tempo em que a CEIP vai avaliar o trabalho feito durante a DSV, também será uma oportunidade para as igrejas para “renovarem o compromisso de não-violência, a pela paz justa”, disse ele.

    Em uma mensagem em vídeo gravada para o grupo, o secretário geral do CMI, Rev. Dr. Olav Fykse Tveit descreveu a CEIP como um esforço colaborativo do Conselho de Igrejas da Jamaica, a Conferência das Igrejas do Caribe e as igrejas locais e grupos comunitários.

    Ele mencionou uma série de eventos que vão acontecer no âmbito da convocação, incluindo o plantio de árvores de paz, o Domingo pela Paz e um concerto em Kingston.

    Chunakara acrescentou que não só as igrejas na Jamaica estariam comemorando 22 de maio, com o Domingo pela Paz, mas também igrejas ao redor do mundo juntarão aos da CEIP em orações, eventos especiais e serviços de culto, incluindo o uso de uma oração do Caribe para a paz, que já foi traduzida em mais de 20 idiomas.

    Um dos destaques do lançamento foi a apresentação de um tema CEIP intitulado “Glória a Deus, Paz na Terra”, escrito pelo músico jamaicano Grub Cooper.

    Entre os oradores da CEIP está Martin Luther King III. Membros do governo da Jamaica, incluindo o governador geral do país e o primeiro-ministro são esperados para participar da abertura do CEIP, na tarde de quarta-feira 18 de Maio.

    Mais de 1.000 pessoas de todo o mundo são esperados para participar do evento que durará uma semana.

    Site da Convocação Ecumênica Internacional pela Paz: http://www.superarlaviolencia.org/es

    Mais informações sobre o Domingo pela Paz: http://www.superarlaviolencia.org/es/convocatoria/domingo-por-la-paz.html

    -

    Rev. Arthur Cavalcante

    Secretário Geral da IEAB

     
  • SNIEAB 14:00 on 14/03/2011 Permalink | Responder
    Tags: , ecumenismo,   

    Assembleia do CONIC elege nova diretoria 

    Neste último final de semana, o Conselho Nacional de Igrejas Cristãs realizou mais uma assembleia. Marcelo Schneider, representando o Conselho Mundial de Igrejas, relatou os resultados positivos da mesma:

    A assembleia, que ocorre a cada dois anos, reune 32 delegados das 5 igrejas-membro do Conselho, além de observadores e convidados de outras igrejas, conselhos de igrejas e organismos ecumênicos.

    Na manhã do dia 11, a celebração de abertura foi marcada por uma demonstração de humildade e comunhão. O oficiante, Dom José Alberto Moura, presidente da Comissão Episcopal Pastoral para o Ecumenismo e o Diálogo Inter-Religioso da CNBB, abriu a celebração com um pedido de perdão da Igreja Católica Apostólica Romana à Igreja Episcopal Anglicana no Brasil por conta do recente episódio envolvendo protestos em Santa Maria, Rio Grande do Sul, onde um grupo de católicos tradicionalistas pressionou o bispo da Diocese de Santa Maria a retirar a cessão da igreja católica local para a sagração do bispo eleito da Igreja Episcopal Anglicana (IEAB), cônego Francisco de Assis Silva, no dia 20 de março. “Aquela nunca foi a posição oficial da igreja”, salientou Dom José Moura.

    Ao final da devocional, o cônego anglicano pediu a palavra e acolheu o pedido de perdão do bispo católico, selando, assim, um dos momentos mais expressivos da atmosfera de cordialidade e compromisso que marcou o primeiro dia da assembléia.

    Durante boa parte do dia, os delegados e delegadas estiveram divididos/as, de acordo com suas denominações, avaliando o trabalho do CONIC nos últimos anos. Nos relatos da delegação de cada igreja, pontos em comum e destaques pontuais sobre o impacto do Conselho no cenário brasileiro e indicações de desafios recomendados.

    A Rev. Cacilene Nobre, da Igreja Presbiteriana Unida (IPU), destacou um dos pontos dos relatos: “vemos que o CONIC tem uma boa expressão, mas pode melhorar. Precisamos trabalhar mais intensamente na defesa dos Direitos Humanos. Sonhamos com um conselho de igrejas que lute incessantemente pelos direitos das mulheres”, afirmou.

    A IEAB contará com dois membros na administração do Conselho: o Rev. Cônego Francisco de Assis da Silva, Bispo-eleito da Diocese Sul-Ocidental (como vice-presidente) e o Sr. Fabiano Nunes, da DARJ, como membro do conselho fiscal. Segue lista completa com os demais membros:

    Diretoria

    Presidente: Dom Manoel João Francisco – ICAR

    1º Vice-Presidente: Bispo Francisco de Assis da Silva – IEAB

    2º Vice-Presidente: Presbítera Elinete Wanderley Paes Miller – IPU

    Secretária: Dra Zulmira Ines Lourena Gomes da Costa – ISOA

    Tesoureiro: P. Sin. Altermir Labes – IECLB

    Conselho Fiscal

    P. Marcos Ebeling – IECLB

    Mons. Hélio Pacheco Filho – ICAR

    Sr. Fabiano Nunes – IEAB

    -

    Rev. Arthur Cavalcante

    Secretário Geral da IEAB

     
  • SNIEAB 17:06 on 11/03/2011 Permalink | Responder
    Tags: ecumenismo, , , estados unidos, morávios   

    Igreja Episcopal e Igreja Morávia em comunhão plena nos Estados Unidos 

    A Agência Latino-Americana e Caribenha de Comunicação reporta que morávios e episcopais americanos assinaram um acordo de plena comunhão, o que envolve reconhecimento mútuo de sacramentos e ordens e elaboração de um plano de ações conjuntas.

    Várias províncias da Comunhão Anglicana têm buscado realizar diálogos paralelos com igrejas irmãs, assim fortalecendo a caminhada ecumênica. Em vários casos, acordos de plena comunhão foram estabelecidos com igrejas que, apesar de algumas diferenças doutrinárias, concordam com a essência dos itens do Quadrilátero de Lambeth, a saber: as Sagradas Escrituras contendo “tudo aquilo que é necessário para a salvação”, os credos históricos da Igreja indivisa, os sacramentos do Batismo e da Santa Eucaristia e o episcopado histórico, com sucessão apostólica. Nestes casos de plena comunhão, é possível o compartilhamento de ministros, ordenação conjunta e elaboração de material comum, entre outras parcerias simbióticas.

    A Igreja Morávia possui cerca de 900 mil membros em todo o mundo. É uma denominação pequena, mas de extrema importância para a História da Igreja, pois vem dos primeiros movimentos de Reforma na Europa. Surgiu na atual República Tcheca, no final do século XIV, através do trabalho de Jan Hus, que defendia o retorno de práticas comuns na época em que a Igreja em seu país estava sob a influência do Cristianismo Oriental (como a comunhão em duas espécies, a liturgia na linguagem do povo, o fim do celibato obrigatório para sacerdotes e a eliminação das indulgências). Tendo adquirido sucessão apostólica através de bispos valdenses, espalhou-se ao redor do mundo. Após anos de perseguição, veio a se estabelecer na atual Alemanha e depois na América do Norte. Foram pioneiros no trabalho missionário mundial e na expansão da hinologia cristã.

    Outras igrejas em plena comunhão com províncias da Comunhão Anglicana incluem as igrejas luteranas do norte da Europa, dos Estados Unidos e do Canadá, a Igreja Filipina Independente, as igrejas vétero-católicas da Sé de Utrecht e a Igreja Malankara Siríaca Mar Thoma, da Índia.

    -

    Luiz Coelho

    Membro do GT-Comunicação da IEAB

     
  • SNIEAB 19:46 on 16/11/2010 Permalink | Responder
    Tags: diálogo inter-religioso, ecumenismo,   

    Evento Ecumênico e Inter-religioso promove reflexão sobre direitos humanos 

    Ocorreu entre 11 e 15 de novembro o fórum brasileiro da ACT Aliança, em Itaici, interior de São Paulo.

    De acordo com press-release publicado por Marcelo Schneider, estiveram presentes cerca de “300 participantes, em sua maioria jovens, de movimentos sociais, populações nativas (quilombolas e indígenas), denominações cristãs e outras expressões religiosas de diferentes regiões do Brasil e de alguns países da América do Sul (Argentina, Uruguai, Paraguai, Colômbia, Bolívia e Peru).”

    Tais eventos ocorreram anteriormente em 1994, 2002 e 2005. Nesta edição, a motivação central é que “a formação ecumênica sirva de plataforma para aprendizado e reflexão acerca de questões relacionadas ao tema dos direitos sociais, econômicos, culturais e ambientais.”

    As fotos do evento, captadas pelo Secretário Geral da IEAB, Rev. Cônego Francisco de Assis da Silva, podem ser vistas em: http://picasaweb.google.com/xicoasilva/Jornada

    Segue o restante do comunicado oficial do evento:

    O tema desta Jornada é “Ecumenismo, Ecologia, Economia e Vida”. O principal objetivo é desenvolver uma maior incidência fora do círculo ecumênico brasileiro e latino-americano sobre estas questões.

    O papel da juventude neste processo é a questão transversal nas discussões sobre direitos humanos, econômicos, sociais, culturais e ambientais que enfrentam o desafio que criar uma consciência mais afetiva acerca destes pontos.

    Inspirados por uma metodologia inclusiva, os/as participantes da Jornada irão assistir dois painéis de análise de conjuntura e trabalhar em grupos de diálogo divididos de acordo com a região de cada participante.

    Um dos momentos mais esperados da Jornada Ecumênica é a apresentação do Ministro-Chefe das Relações Institucionais da Presidência da República, Alexandre Padilha, no domingo, dia 14. Padilha versará sobre o tema “Limitações e Possibilidades no processo de Afirmações dos DHESCA na Perspectiva do Estado”.

    O FE Brasil (ACT Brasil Forum) é formado pelas organizações-membro de ACT no país, representantes locais de agências de cooperação e 21 representantes de igrejas, conselhos de igrejas, organizações ecumênicas e seminários teológicos.

    A Jornada Ecumênica recebe apoio financeiro da CESE, Christian Aid, CREAS, FES/CNBB/Caritas Brasil, Fundação Luterana de Diaconia (FLD), Igreja Metodista Unida – GBMG (EUA) e Igreja Unida do Canadá.

    Para saber mais sobre a Jornada, visite: http://www.projornada.org.br

    -

    Luiz Coelho

    Membro do GT-Comunicação da IEAB

     
  • SNIEAB 10:12 on 13/07/2010 Permalink | Responder
    Tags: , ecumenismo, igreja episcopal de cuba   

    IEAB em pesar pelo falecimento da Revma. Nerva Cot Aguilera 

    No dia 10 de julho passado, faleceu em Cuba a Revma. Nerva Cot Aguilera, bispa sufragânea aposentada da Igreja Episcopal de Cuba, após uma dura batalha contra anemia aguda. Ela tinha 71 anos de idade e havia sido a primeira bispa na América Latina.

    O primaz da Igreja Episcopal Anglicana do Brasil, Revmo. Maurício Andrade, enfatizou que, como Igreja, “nós estamos em solidariedade com as pessoas de Cuba neste momento de dor, em virtude do falecimento da bispa Nerva.”

    A Bispa Nerva deixa seu esposo, o Revmo. Juan Ramón de la Paz Cerezo, deão da Catedral da Santíssima Trindade em Havana, e três filhos: duas mulheres e um homem. Uma de suas filhas, a Revda. Marianela de la Paz Cot, cursou pós-graduação na Escola Superior de Teologia (afiliada com a Igreja Evangélica de Confissão Luterana), em São Leopoldo, Brasil.

    -

    Rev. Cônego Francisco de Assis da Silva

    Secretário Geral da IEAB

     
  • SNIEAB 16:58 on 12/07/2010 Permalink | Responder
    Tags: , ecumenismo,   

    Igreja Lusitana celebra importantes eventos em 2010 

    Transcorreu em harmonia e comunhão o último Sínodo da Igreja Lusitana Católica Apostólica Evangélica, braço da Comunhão Anglicana em Portugal. Na pauta do sínodo, dominou a discussão sobre a possível eleição de um novo bispo e mudanças na estruturação dos departamentos de jovens e mulheres.


    O Bispo Diocesano, Dom Fernando Soares dirigiu sua palavra ao Sínodo com base no trecho de São Marcos 4:35: “Passemos para a outra margem”. Segundo o serviço de notícias da Igreja, Dom Fernando apresentou em sua exegese um desafio “à mudança, de descoberta de novas realidades e da  necessidade de um novo sentido de missão, apoiado na transformação interior e no avivamento do encontro de nós mesmos com Cristo  e com Deus”. Também esteve presente, como representante do Arcebispo de Cantuária, a Revda. Cônega Joanna Udal, Secretária para Assuntos da Comunhão Anglicana do Palácio de Lambeth.

    A Igreja Lusitana celebra grandes eventos no ano de 2010. Primeiramente, comemora os 130 anos de seu primeiro sínodo. Além disso, 2010 marca trinta anos do episcopado de Dom Fernando Soares. Nesse sentido, a Igreja Episcopal Anglicana do Brasil acrescenta tais eventos ao rol de festividades de 2010 (que incluem os 200 anos de anglicanismo no Brasil, 120 de IEAB e 25 anos de ministério ordenado feminino). A IEAB sempre contou com uma relação privilegiada com os irmãos portugueses, compartilhando experiências, atividades evangelísticas e missionárias. Clérigos e leigos portugueses e brasileiros trabalharam juntos em ambos os países, e também como companheiros em outras províncias anglicanas com comunidades lusófonas.

    A Igreja Lusitana é fruto do cenário religioso português do século XIX. Formou-se em março de 1880 a partir de um grupo autóctone que rejeitou certas doutrinas do Concílio Vaticano I, especialmente a infalibilidade papal ex cathedra, além dos excessos do marianismo popular, advogando a leitura da Bíblia pelos crentes, uma liturgia em português e um governo da Igreja partilhado entre clérigos e leigos. Desde então, foi apoiada por diversos grupos anglicanos e episcopais na sua constituição. Em 1958, o primeiro bispo português (Dom António Fiandor) foi sagrado e desde 1980, tornou-se diocese extraprovincial sob a autoridade do Arcebispo de Cantuária. Apesar de seu porte modesto, sempre foi destaque no cenário religioso português, como igreja pioneira no diálogo ecumênico e com a sociedade portuguesa como um todo. Para conhecer mais sobre a Igreja Lusitana, visite o website: http://www.igreja-lusitana.org ou assista ao vídeo da emissora RTP.

    Parabéns à Igreja Lusitana por mais um aniversário e que Deus cubra de bênçãos todos os irmãos e irmãs portugueses.

    -

    Rev. Cônego Francisco de Assis da Silva

    Secretário Geral da IEAB

     
  • SNIEAB 20:27 on 03/06/2010 Permalink | Responder
    Tags: ecumenismo,   

    Desafios do ecumenismo e IEAB 

    -

    Rev. Josué Flores

    Membro do GT-Comunicação da IEAB

     
  • SNIEAB 11:24 on 23/04/2010 Permalink | Responder
    Tags: américa central, anglicana, , ecumenismo   

    Igreja Anglicana da América Central inaugura nova etapa de sua vida 

    O Revmo. Armando Guerra, Bispo da Guatemala, foi eleito Primaz da Igreja Anglicana da América Central (IARCA), em sínodo realizado no Panamá, de 15 a 17 de abril de 2010. O Bispo Guerra tem sessenta anos de idade e é casado com Norma Elizabeth Romero. Ambos têm três filhos e quatro netos.

    O novo primaz, que terá um mandato de quatro anos, sucede o Revmo. Martín Barahona, Bispo de El Salvador. Seu papel será o de promover a IARCA em seu papel integrador dentro da Comunhão Anglicana. O contexto multicultural dessa igreja, que abrange os países do Panamá, Costa Rica, El Salvador, Guatemala e Nicarágua, dá um grande testemunho de unidade e ecumenismo às suas irmãs da Comunhão Anglicana.

    O Bispo Julio Murray, do Panamá, foi eleito vice-presidente da Câmara dos Bispos e o Bispo Hector Monterroso, da Costa Rica, é o Secretário Geral. Reunido na “Cidade do Saber”, na Zona do Canal, o sínodo provincial discutiu outros assuntos relevantes, como a implementação do programa missionário planejado pela província.

    A Igreja Episcopal Anglicana do Brasil deseja ao Bispo Guerra e à IARCA uma caminhada cheia de bênçãos e prosperidade. Que nosso Senhor abençoe essa igreja irmã.

    -

    Rev. Cônego Francisco de Assis da Silva

    Secretário Geral da IEAB

     
  • SNIEAB 17:50 on 17/03/2010 Permalink | Responder
    Tags: , ecumenismo, , vida   

    Parlamento Gaúcho homenageia CONIC-RS 

    Em sessão plenária do grande expediente, ocorrida nesta quinta feira, dia 17 de março, às 14.30 horas, a Assembléia Legislativa do estado do Rio Grande do Sul prestou uma homenagem de reconhecimento ao Conselho Nacional de Igrejas Cristãs- Rio Grande do Sul (CONIC-RS) pela iniciativa da Campanha da Fraternidade Ecumênica 2010. O ato contou com presença da maioria dos deputados e com as galerias cheias de membros das igrejas e público em geral.

    Usou da palavra falando sobre o momento oportuno do tema “Economia e Vida”, o proponente da homenagem, Deputado Ervino Bohn Gass. Ato continuo vários parlamentares, representando suas bancadas, manifestando seu apoio a homenagem.

    Estiveram presentes ao ato pelo CONIC-RS, Dom Orlando Santos de Oliveira (IEAB), Presidente, Dom Remídio Bohn (ICAR) Vice-Presidente e o Pastor Ervino Schmidt (Secretário). Também várias autoridades religiosas e civis. Dom Orlando, em nome do CONIC-RS, recebeu a placa e agradeceu a homenagem de reconhecimento. (Por D. Orlando Oliveira)

    -

    Rev. Cônego Francisco de Assis da Silva

    Secretário Geral da IEAB

     
c
escrever um novo post
j
próximo post/próximo comentário
k
post anterior/comentário anterior
r
responder
e
editar
o
mostrar/esconder comentários
t
topo
l
go to login
h
show/hide help
esc
cancelar