Tagged: Bispo Primaz RSS

  • SNIEAB 17:05 on 06/01/2016 Permalink | Responder
    Tags: , Bispo Primaz, , primates meeting 2016   

    85 milhões de pessoas, 165 nações, 38 províncias, 1 Senhor: Jesus Cristo! 

    colaboração de Paulo Ueti

    Em setembro de 2015, o Bispo Primaz, foi convidado pelo próprio Arcebispo de Canterbury para o “Primates Meeting 2016” que ocorrerá do dia 11 ao 16 deste mês. Na ocasião, Dom Francisco com muita alegria, confirmou presença e a representação da Igreja Episcopal Anglicana do Brasil – IEAB que é a 19ª Província da Comunhão Anglicana, o que reitera que somente esta em todo o território nacional é que possui vínculos históricos, sacramentais e teológicos com as igrejas da família da Comunhão Anglicana.

    Dom Francisco de Assis é o Primaz da IEAB

    Ás vésperas do evento, com muitos apontamentos feitos pela mídia internacional e também por veículos de comunicação de orientação anglicana, algumas impressões dos Primazes e demais  Bispos/as estão sendo ampliadas pela internet. No Brasil, Dom Francisco pediu aos membros da igreja para que orassem pelo acontecimento através de sua rede social: “Estou me preparando para a viagem a Cantuária. Encontro dos Bispos Primazes da Comunhão Anglicana começa dia 11 de Janeiro. Oremos por este encontro para que os Primazes possam vivenciar a plena comunhão como pastores do rebanho de Deus sob seus cuidados. Oremos para evitar manipulação de grupos interessados na divisão da Igreja de Cristo. Oremos para que as diferenças sejam tratadas com respeito, honestidade e paciência. Oremos para que seja construída coletivamente uma palavra à toda a Comunhão reafirmando o compromisso profético com a justiça!”.

    A Comunhão Anglicana

    Nesse mesmo sentido, o Arcebispo Justin Welby também veio a público para pedir por orações e ressaltar a importância do encontro. A dimensão eclesial que será vivida possui a moderação de um diálogo na intenção da construção do futuro da Comunhão Anglicana. Os 37 Primazes juntamente com o Arcebispo discutirão por uma pauta densa que já está sendo debatida por décadas na Comunhão, desde questões sociais até mesmo a sexualidade.

    Hoje (06/1), o Escritório da Comunhão divulgou o site oficial do “Primates Meeting 2016”, que será gerido no decorrer das pautas.  O Secretário Geral da Comunhão Anglicana, Reverendíssimo Josiah Idowu-Fearon, convida todas/os a orar diariamente pelos Bispos e Arcebispos que se reunirão em Cantuária de 11 a 16 de Janeiro, a litania é sugerida para uso geral.

    Segue abaixo uma proposta de litania para ser usada por todos os fiéis e clérigos da IEAB, sobretudo na celebração eucarística deste domingo, ofícios comunitários e grupos de oração enquanto estiver ocorrendo o encontro – você pode obtê-la em pdf >>>> LITANIA_DIÁRIA_ENCONTRO_DE_PRIMAZES2016

    “Dou graças ao meu Deus todas as vezes que me lembro de vocês, fazendo sempre com alegria a oração por vós em todas as minhas súplicas, pela vossa cooperação no evangelho desde o primeiro dia até agora”. (Fl 1:3-5)

    Como uma comunhão, Deus nos dá sua graça diária e oportunidades para colocá-la em ação. Nós temos muito para louvar e agradecer ao Senhor no caminho para o encontro dos Primazes em Janeiro.

    É nosso sincero pedido que irmãos e irmãs através do mundo que nos ama e nos deseja todo o bem, se juntem a nós nessa Litania diária, além da oração que foi publicada em Outubro.

    Orações para o encontro dos Primazes em 2016:

    1. Agradecimento geral e louvor
    • Pelo privilégio de compartilhar com o mundo as boas novas do Seu amor para todas as pessoas, sem discriminação de raça, cor, gênero e status social.

    Nós te louvamos, Ó Senhor.

    • Pelas oportunidades de compartilhar o amor de Cristo alimentando as pessoas famintas, vestindo e oferecendo abrigo para as pessoas vítimas da guerra.

    Nós te louvamos, Ó Senhor.

    • Pela oportunidade de viver nossa fé num ambiente hostil, de provar a força do nosso amor pelo Senhor e pelas outras pessoas através das relações que estabelecemos com quem tem posições diferentes da minha na teologia e eclesiologia.

    Nós te louvamos, Ó Senhor.

    • Pelos esforços contínuos de trabalhar nossa relação como Comunhão e encontrando caminhos melhores de viver como Sua família reconciliada.

    Nós te louvamos, Ó Senhor.

    • Pelas respostas positivas dos Primazes e Arcebispos para o encontro dos Primazes em Janeiro.

    Nós te louvamos, Ó Senhor.


    2. Pela Verdade

    • Da manipulação dos meios de comunicação, desinformação e abuso de privilégios,

    Bom Deus livrai-nos.

    • Da distorção de fatos e do desejo de calar outras vozes que me desagradam,

    Bom Deus livrai-nos.

    • Da distorção da verdade que é usada para fazer as opiniões das outras pessoas parecerem erradas,

    Bom Deus livrai-nos.

    3. Os participantes do encontro

    • Da arrogância e do espírito de falsidade,

    Bom Deus livrai-nos.

    • Do sentimento e ações provocadas pela raiva, atenção somente ao próprio ego e do desejo de impor nossas opiniões a todo custo, do espírito de divisão e ânsia de poder que oprime mais do que de unidade,

    Bom Deus livrai-nos.

    • Do espirito e ações que rebaixam as outras pessoas ao invés de ouví-las,

    Bom Deus livrai-nos.

    • Do espirito que desvaloriza as pessoas, despreza suas convicções e não as deixa seguir por causa de Cristo,

    Bom Deus livrai-nos.

    • Que cada uma de nós possa encontrar Cristo e ser positivamente transformadas,

    ouve-nos Senhor.

    • Que este encontro dos Primazes possa abrir um capítulo novo e positivo no desenrolar da historia da nossa Comunhão,

    ouve-nos Senhor.

    • Que cada Primaz/Arcebispo possa abraçar uma visão a partir de Sua santa perspectiva,

    ouve-nos Senhor.

    • Que este encontro possa trazer glória e honra para o Seu nome, uma fraternidade nova, melhor e mais forte entre todas as pessoas que participam,

    ouve-nos Senhor.

    • Que esta Comunhão possa contar suas próprias histórias livres dos relatórios cínicos e tendenciosos,

    ouve-nos Senhor.

    Deus, esta é uma parte da Sua Igreja Militante.

    Tu nos chamaste depois de nos redimir através da morte sacrificial de seu Filho, ressurreição triunfante e gloriosa ascensão.

    Ajuda-nos como Comunhão a ouvir com clareza o que Tu dizes nestes tempos, nos dê neste encontro o Seu Espírito que nos liderará para que testemunhemos sua honra e glória, paz e melhor entendimento para Sua Igreja, crescimento e desenvolvimento de cada parte da Comunhão.

    Pedimos em nome de Cristo.

    Amém.

     
  • SNIEAB 11:54 on 15/12/2015 Permalink | Responder
    Tags: Bispo Primaz, , mensagem de natal,   

    Boas festas! 

     
  • SNIEAB 17:59 on 15/11/2015 Permalink | Responder
    Tags: Bispo Primaz, , Dom Ito,   

    Nota de Falecimento – Dom Hiroshi Ito 

    “Em Espírito, em verdade Te adoramos, Te adoramos, Senhor!”.

    Neste domingo (15), informo o falecimento de Dom Hiroshi Ito, Bispo Emérito da Diocese Anglicana de São Paulo – DASP. Havia sido eleito bispo diocesano no Concílio Extraordinário ocorrido em 06 de Abril de 2002, na cidade de São Paulo.

    Natural da cidade de Nara no Japão, foi ordenado ao diaconato em 1967 e ao presbiterado em 1968, tendo sido bacharel em teologia e filosofia. Fundador e primeiro reitor da Paróquia da Santa Cruz.

    Foi instalado Bispo Diocesano da DASP em 28 de Julho de 2002, na data de sua sagração. Fatos marcantes de seu ministério sempre foram relacionados ao ecumenismo, diálogo inter-religioso, inclusividade, educação teológica e pastoral. Era casado com a Sra. Sumiko, tendo deixado esposa, três filhas e quatro netos.

    A cerimônia religiosa será realizada por Dom Flávio Irala, Bispo Diocesano de São Paulo, amanhã ás 10h00 e o sepultamento será 11h00 no Cemitério da Paz na região do Morumbi.

    Confira mais informações com a Secretaria da DASP:

    (11) 5579-9011

    (11) 5549-9086

    Que descanse plenamente na glória celestial, os votos de pesar e conforto para toda a família e amigos,

    ++Dom Francisco

    Primaz da Igreja Episcopal Anglicana do Brasil – IEAB

     
  • SNIEAB 15:58 on 11/11/2015 Permalink | Responder
    Tags: , Bispo Primaz, , , , Presiding Bishop, , Washington National Cathedral   

    Primaz da IEAB na instalação do novo Bispo Presidente da TEC 

    Dom Francisco esteve na cerimônia de posse de Dom Michael Curry, que havia sido eleito na 78ª Convenção Geral da The Episcopal Church ainda neste ano



    No dia 01 deste mês, em viagem oficial aos Estados Unidos, o Bispo Primaz do Brasil, Dom Francisco de Assis da Silva, participou da solene celebração de instalação do Bispo Michael Curry na Catedral Nacional de Washington, com muita alegria, o acontecimento demonstra a amizade entre as duas províncias. Também visitou a Bispa Sufragânea da Diocese de Virgínia, Susan Elly Goff e as lideranças da Paróquia St. Stephen que apoia os trabalhos das missionárias integrantes do GT Missão, Monica Vega e Heidi Schmidit em território brasileiro.

    Na diocese de Virgínia


    Também houve um momento especial: a Vigília da União dos Negros Episcopais.


    Na celebração, onde 2.500 pessoas estiveram presentes, o Primaz esteve com outros primazes e arcebispos do mundo todo. Conforme o relato de Dom Francisco, o sermão do Bispo Curry foi um momento marcante: “Ele destacou que a Igreja necessita viver autenticamente o amor ao próximo, e que a ação pastoral da Igreja só tem relevância concreta se inverter os valores presentes no mundo de hoje. Para tal, destacou ele, não podemos ter medo, mas sermos felizes na missão”.


    Bispo Michael Curry Recebe a cruz primacial da Bispa Katherine como 27º Bispo Presidente


    Antes de retornar para casa, ainda houve um encontro no Seminário Teológico de Virgínia, com o Reitor Deão Ian Markham e com o staff do Centro de Estudos Anglicanos.

    Com o Reitor Deão Ian Markham


    Com a Bispa Christine Hardman, segunda mulher que irá assumir um lugar na  Câmara dos Lordes na The Church of England


    Sobre a agenda da The Washington National Cathedral.

    Assista a Celebração de Instalação na íntegra.

    Confira as fotos do evento.



     
  • SNIEAB 9:55 on 20/10/2015 Permalink | Responder
    Tags: , Bispo Primaz, ,   

    Bispo Primaz às mulheres: “São vocês que fazem a Igreja!”. 

    Foto de Vera Machado



    Dos dias 09 a 12 deste mês, foi realizado no Centro de Formação Sagrada Família em São Paulo, o encontro de nível nacional da União de Mulheres Episcopais Anglicanas do Brasil (UMEAB). Na celebração eucarística de encerramento do evento, estiveram presentes Dom Flávio Irala, Bispo Diocesano de São Paulo, Dom Filadelfo de Oliveira, Bispo Diocesano do Rio de Janeiro, Rev. Arthur Cavalcante, Secretário Geral da IEAB com a  presidência de Dom Francisco de Assis da Silva, Bispo Primaz da IEAB.

    Bênção de envio missionário

    Também estiveram presentes clérigas do país todo além das visitantes de Portugal, Angola, e Moçambique juntamente do clero local. Na homilia feita pelo Primaz, um momento de reflexão e ação de graças por todo o trabalho do engajamento das mulheres na ação evangelizadora da igreja, pelo serviço prestado às comunidades episcopais anglicanas espalhadas pelo Brasil, e pelo dom do sacerdócio feminino na IEAB que completou em 2015, 30 anos.

    Em tom de agradecimento disse: “São vocês que fazem a Igreja, são vocês que trabalham (…) fazem o trabalho que muitas vezes ninguém quer fazer!”. Mencionou também a necessidade do testemunho cristão na sociedade para com os menos favorecidos e que a intenção do encontro é fazer com que retornassem para casa na intenção de ampliar cada vez mais a acolhida fraterna para todos e todas.

    Logo após a celebração, houve uma confraternização entre os presentes para troca de experiências e despedidas do evento, mas sempre na certeza de que a caminhada das mulheres na IEAB sempre se perpetuará.

    Saiba mais aqui e aqui.

    Veja a homilia do Bispo Primaz na íntegra aqui.



     
  • SNIEAB 16:51 on 26/09/2014 Permalink | Responder
    Tags: Bispo Primaz,   

    Mensagem do Primaz para a Semana Internacional de Oração pela Paz na Palestina e Israel 

    Irmãos e Irmãs,
    Vivemos um ano extremamente delicado nas relações entre Palestina e Israel. No meses de julho e agosto a ofensiva israelense em Gaza causou comoção internacional pela destruição de vidas humanas, de infra-estrutura e o isolamento completo do resto do mundo, através do fechamento de fronteiras. Por sua parte, movimentos armados palestinos, mesmo com força infinitamente inferior, buscavam atingir alvos civis em Israel, mantendo este conflito por longo tempo. Naquela ocasião, emiti uma mensagem apelando para que se fizessem orações para a cessação das hostilidades.
    Vivemos nesta semana de 21 a 27 de setembro, a Semana Internacional de Oração pela Paz na Palestina e Israel. Uma forte mobilização ecumênica, encabeçada pelo Conselho Mundial de Igrejas, tem divulgado no mundo inteiro pedidos de oração para que os dois povos possam finalmente encontrar o caminho do diálogo, da paz e do reconhecimento mútuo como nações autônomas.
    Este é um sentimento que nos motiva a colocar Palestinos e Israelenses em nossas orações por uma construção sólida de diálogo, de mútuo perdão e de mútuo esforço para alcançar a tão desejada Paz. Coincidentemente temos o inicio do Ano Novo judaico que traz consigo o significado de um recomeço de paz e de benção.

    Que esta reverência tão forte ao novo tempo traga consigo também a inspiração para que a paz de Deus tome conta de nossas mentes e corações e que o SHALOM seja uma realidade palpável para os filhos de Abraão!

    Paz para o Oriente Médio! Paz para Palestinos e Israelenses!
    ++Francisco
    Primaz do Brasil

     
  • SNIEAB 8:57 on 08/01/2014 Permalink | Responder
    Tags: , Bispo Primaz, CEBS   

    Carta ao 13º Intereclesial das CEBS 

    Santa Maria, 07 de Janeiro de 2014

    Queridos Irmãos e Irmãs

    A Igreja Episcopal Anglicana do Brasil celebrou seu XXXII Sínodo em novembro passado conspirando para o fortalecimento de uma espiritualidade que impulsione as pessoas de fé para a missão profética de revelar o Reino de Deus e a misericórdia divina a todos os povos, dando testemunho e se preciso, de acordo com São Francisco, também falando.

    Neste espírito saudamos o 13° Intereclesial das Comunidades de Base com os votos de que os ventos da profecia impulsionem os cristãos brasileiros a assumirem com coragem a bandeira da transformação da sociedade sob a inspiração do Evangelho de Cristo que “é boa nova de salvação a todos os povos” (Lc 2,10)

    Diante de uma sociedade que está construída sobre a lógica perversa do lucro e da mercantilização da natureza e das pessoas, precisamos viver a fé com autentica alegria e firmeza necessária. Aliás, o papa Francisco muito venturosamente declara isso em sua primeira exortação apostólica. Que a nossa vida de fé traduza o sentimento do salmista que diz: Deleito-me em fazer a tua vontade, ó Deus meu; sim, a tua lei está dentro do meu coração (Sl 40:8).  É preciso afirmar o amor de Deus especialmente voltado para aqueles que sofrem as consequências do pecado estrutural.

    Para além da democracia formal e das instituições políticas nesta ainda tão nova democracia brasileira, é preciso fortalecer o povo e a organização popular, pois uma sociedade ciente dos seus direitos à dignidade têm a força da transformação.

    Sinto-me alegre porque vemos novos ventos em nossas Igrejas. Em Roma e em Cantuária escutamos sinais de que precisamos ir além da simples confessionalidade. Nas esferas ecumênicas assistimos uma crescente preocupação com a Justiça e a Paz.  Precisamos anunciar que a salvação não é algo apenas pessoal, privado, individualista. A salvação deve ser encarnada com um claro compromisso com a humanidade, esta mesma humanidade assumida pelo Emanuel, Deus conosco. A salvação oferecida por Deus graciosamente a todas as pessoas tem profunda imbricação na História, apontando para uma sociedade que supere todas as formas de injustiça.

    Que o Espírito Santo inspire cada irmão e irmã durante este Intereclesial e que os laços fraternos e ecumênicos saiam fortalecidos

    “para transformar os reinos deste mundo no reino de Nosso Senhor Jesus Cristo” (Oração Eucarística do Livro de Oração Comum Anglicano)

    Com meu abraço e orações,

    ++ Francisco de Assis da Silva

    Primaz do Brasil e Diocesano em Santa Maria


     
  • SNIEAB 15:53 on 03/05/2012 Permalink | Responder
    Tags: Bispo Primaz, , ,   

    Carta do Bispo Primaz da IEAB sobre a Rio+20 

    A Igreja Anglicana e a Rio+20

    “Tomou, pois, o Senhor Deus a humanidade

    e a colocou no Jardim do Éden

    para cultivar/servir e guardar”

    (Gênesis 2:15)


    No contexto  da reflexão sobre o cuidado com o planeta, diante do gemido da natureza  e na certeza de que cada pessoa, em sua diferente realidade, precisa se envolver e desenvolver ações concretas de cuidado com a Criação, convido a Comunhão Anglicana a comprometer-se rumo à Rio +20 – Conferência da Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável –  através da participação na Cúpula dos Povos, entre os dias 13 a 22 de junho, na cidade do Rio de Janeiro/Brasil.

    A Rio+20  fechará  um importante ciclo iniciado na Eco-92. A Cúpula dos Povos, movimento da sociedade civil organizada, poderá proporcionar um reencontro com o centro da fé cristã, expresso no amor incondicional do Criador para com a Criação, através de um presente e um futuro justo, ético, transformado e sustentável. Ou simplesmente, poderá passar ao largo das nossas vidas, mantendo a hegemonia daqueles que querem o lucro fácil à custa da sangria da natureza e dos povos empobrecidos e excluídos.

    É importante perceber o que está envolvido nessa  Conferência, se vamos seguir adiante com esse modelo de produção e consumo insustentável, privilegiador de um pequeno grupo, ou se iniciaremos uma transformação para outros modelos, como já afirmou a Eco-92 e tantas outras conferências da ONU que infelizmente os governos e as corporações transnacionais negam-se cumprir com suas responsabilidades.

    Somos testemunhas que a civilização humana enfrenta uma crise multidimensional abrangendo aspectos econômicos, sociais, ambientais, culturais e por que não dizer, espirituais. Em nosso modo de ver, uma crise de valores que anuncia o ocaso da velha civilização. Igualmente poderá significar a aurora de um novo tempo para todos nós, irmãos e irmãs que habitamos a mesma casa comum. Nesse sentido, nos inspiremos  no exemplo daquele que “acreditou contra toda esperança” (Rom 4:18) e colaborou  para que a vida da humanidade fosse mais abundante.

    A palavra profética de Gênesis 2:15, nos convoca a uma responsabilidade impar de cuidar e de zelar nosso jardim comum, como obra da Criação, continuação da revelação do Deus da Misericórdia e da Justiça.

    Nós continuamos a Missio Dei que deve ser a Missio Ecclesia, ou seja: dizer uma palavra e criar, mas não destruir; apresentar-se e libertar e não escravizar ou privatizar; encarnar-se e solidarizar-se e jamais imperializar-se;  gerar a vida e o cuidado e sem abandonar ou silenciar. Assim, somos desafiados a  “lutar pela salvaguarda da integridade da criação, sustento e renovação da terra”, uma das Cinco Marcas da Missão do Conselho Consultivo Anglicano.

    Nosso planeta geme e chora esperando pela redenção. Nossos povos clamam porque a mão dos opressores pesa sobre eles. Precisamos ouvir, como Deus escutou o clamor do oprimido, conheceu seu sofrimento e desceu para libertar. Escutar como fez Jesus com os discípulos no caminho de Emaús, andando com eles, lhes dando coragem e energia para testemunhar que outro mundo é possível.

    É com esperança, ousadia e fé renovada convoco a Igreja Episcopal Anglicana do Brasil e a Comunhão Anglicana a assumirem seu dever profético de “cuidar da Criação”, apoiar as iniciativas da sociedade civil organizada e apelar aos governos para assumirem sua responsabilidade para com a vida do planeta.

    Esse momento deve ser de denúncia do modelo economicista e excludente, e que possamos buscar a construção da Justiça Social e Ambiental, da defesa dos direitos dos povos e da natureza, do fortalecimento da consciência ecológica nas religiões e tradições espirituais, do início da transição de um modelo de civilização insustentável para uma nova civilização, justa, fraterna, pacífica, ética e sustentável.

    Encorajo às Províncias Anglicanas a assumirem suas responsabilidades, orientando suas dioceses, o clero e as comunidades a participarem ativamente do processo da Rio+20, incluindo as iniciativas da Cúpula dos Povos e do espaço Religiões por Direitos.

    Na certeza de que este será o caminho para vivermos a plenitude da vida (cf. Jo10:10),

    Brasília, 03 de maio de 2012

    + Dom Mauricio Andrade

    Bispo Primaz da Igreja Episcopal Anglicana do Brasil (IEAB)


     
c
escrever um novo post
j
próximo post/próximo comentário
k
post anterior/comentário anterior
r
responder
e
editar
o
mostrar/esconder comentários
t
topo
l
go to login
h
show/hide help
esc
cancelar