Discipulado Intencional: Uma proposta de Renovação da Comunhão Anglicana

A Comunhão Anglicana tem dedicado uma promissora energia para aperfeiçoar a maneira como nosso povo pode comunicar o Evangelho neste contexto de pós modernidade. Num mundo de rápidas mudanças culturais e tecnológicas, re-significar o conceito de discipulado é uma exigência que a Igreja precisa levar a sério.
Esta é a preocupação que o Conselho Consultivo Anglicano captou e resolveu assumir como uma tarefa urgente a ser assumida por toda a Comunhão aprofundar a consciência de um seguimento radical de Jesus através de uma espiritualidade ativa e efetiva tanto para dentro da Igreja quanto para a vida em sociedade.
A IEAB é chamada a assumir o compromisso de desenvolver uma estratégia que venha dinamizar a compreensão, o aprofundamento e a prática de um discipulado que transforme vidas e igualmente a sociedade em que estamos inseridos, com tantos desafios que temos enfrentado.

++ Francisco de Assis da Silva
Bispo Primaz do Brasil




A IEAB distribui nesse mês de setembro o material sobre O Discipulado Intencional e a Formação de Discípulos produzido pelo Departamento de Missão da Comunhão Anglicana. Esse material deverá, se possível, ser partilhado por todas as instâncias diocesanas e provinciais para que possam usufruir de sua proposta de evangelização.


Reverendo Arthur Cavalcante+
Secretário Geral da IEAB


Sugiro que a Igreja Brasileira faça uma nota para o site compartilhando o documento, informando a todas as pessoas do esforço fenomenal da IEAB para que ele saísse em nossa língua materna[...]  dar uma palavra de incentivo para a leitura, estudo e produção de grupos de formação, bem como a JUNET e o CEA.

Paulo Ueti

Teolólogo y Facilitador Regional para América Latina, Alianza Anglicana


Sugiro que possamos pensar a possibilidade de criar um GT provincial para trabalhar o “discipulado intencional” cada Diocese e Distrito tenha um GT local para o tema, e assim teríamos a “Temporada do Discipulado”, onde a partir de um material único, o tema será trabalhado na realidade local em cada comunidade. Sendo um tempo de crescimento, fortalecimento do sentimento de pertença a uma Igreja Diocesana, Provincial e Mundial. Outro desafio é focar na catequese de crianças, jovens e adultos, pois este é um desafio desta temporada, e continuar tendo a juventude como uma prioridade na vida da Igreja.

Reverenda Tatiana Ribeiro

Grupo Coordenador do Discipulado Intencional da Comunhão Anglicana.


MATÉRIA DO ANGLICAN NEWS SERVICE SOBRE DISCIPULADO INTENCIONAL

Vivendo e compartilhando uma vida moldada por Jesus: planos de discipulado emergem

Os participantes na primeira reunião do grupo de coordenação para a “Temporada de Discipulado Intencional e fazendo Discipulos” expressaram entusiasmo e otimismo sobre as idéias que estão começando a tomar forma.

O grupo se reuniu nos dias 23 a 26 de abril, em um centro de retiro na Inglaterra. Os países representados incluíam o Brasil, República Democrática do Congo, Malásia, África do Sul, Canadá e Argentina. O grupo foi organizado pelo Secretário-Geral em resposta a uma resolução do ACC16 para realizar uma “Temporada de Discipulado Intencional” eo apelo para que “cada província, diocese e paróquia da Comunhão Anglicana adotem um foco claro no discipulado intencional e para produzir recursos para equipar e capacitar toda a igreja para ser eficaz na criação de novos discípulos de Jesus Cristo “.

O retiro envolveu uma “tempestade de ideias”, compartilhando ideias, oração, discussão e trabalho continuará agora separadamente até que o grupo reúne novamente no próximo ano. O arcebispo NgMoon Hing, presidente do grupo, explicou como o pensamento se desenvolveu: “Estávamos deliberando para o primeiro dia sobre a idéia de viver e compartilhar uma vida moldada por Jesus. Este tornou-se nosso tema – o que parece ser viver e compartilhar uma vida moldada por Jesus? Ela precisa envolver as Cinco Marcas da Missão: cuidar da criação, cuidar da justiça e das necessidades sociais, bem como ler a Bíblia e orar. …… discipulado pode significar coisas diferentes em diferentes partes da Comunhão. ”

O Arcebispo reconheceu que já havia um bom trabalho em torno da Comunhão: “Há muitas iniciativas interessantes no discipulado. Nosso objetivo não é reinventar a roda. Queremos incentivar as pessoas e os grupos a compartilhar essas iniciativas com outras províncias “, disse ele.

O Diretor de Missão na Comunhão Anglicana, o Rev. Cânon John Kafwanka, explicou ainda o que o conceito significa:

“O tema geral é um desejo que chegamos ao ponto como uma comunhão onde a cultura e a linguagem do discipulado se incorpore na cultura e na vida da igreja – e como essa fé em Jesus tem um impacto transformador em nossos locais de trabalho, Profissional e familiar. Também que nossa fé torna-se central para quem somos – não algo que pegamos como e quando é conveniente. ”

O Rt Revd Nick Drayson, bispo do norte da Argentina, saudou o trabalho do grupo como um passo na formação do envolvimento das pessoas e do papel na igreja.

“Para o futuro, espero que a Temporada de Discipulado Intencional mude a cultura da Igreja Anglicana na minha província e nas nossas dioceses. Por muito tempo na região onde vivo a igreja não criou discípulos. As pessoas não juntam as peças. Uma vida moldada por Jesus significa que as pessoas esperam que ir à igreja realmente muda suas vidas. ”

A Revd. Tatiana Ribeiro, Coordenadora Nacional da Juventude no Brasil (Igreja Episcopal Anglicana do Brasil) ficou igualmente entusiasmada: “Isso é tão importante para a Igreja no Brasil. Pois nos reconhecemos como parte da Comunhão Anglicana. Estar aqui é como Pentecostes – ouvir todas essas diferentes línguas! Mas a mesma fé, a mesma esperança – e os mesmos desafios. “Minha esperança é que através da Temporada de Discipulado Intencional os membros leigos da igreja estarão mais envolvidos na vida da igreja. Discipulado é para todas as pessoas – e todas as pessoas são discípulos. ”

- Download do Material: O Discipulado Intencional e a Formação de Discípulos

- Download do Relatório: Participação reunião do Grupo Coordenador do Discipulado Intencional