Posts Mentioning RSS Toggle Comment Threads | Atalhos de teclado

  • SNIEAB 17:06 on 18/01/2016 Permalink | Responder  

    Mensagem do Primaz sobre as recentes decisões da Reunião dos Primazes em Cantuária 

    Santa Maria, 18 de janeiro de 2016

    Irmãos e irmãs

    Conforme expressei anteriormente, não queria fazer nenhum comunicado sob o calor dos debates que se seguiram à decisão tomada pela maioria dos Primazes com relação a Igreja Episcopal dos Estados Unidos -TEC. Ou seja, uma suspensão temporária por três anos de todas as instâncias decisórias da Comunhão, enraizado de sua decisão a respeito do Canon do Matrimônio.

    Cheguei hoje ao Brasil e desejo compartilhar uma palavra pastoral à Igreja sobre o assunto. Este assunto tomou tempo exagerado da reunião e foi muito difícil para todos os Primazes. A posição mais extremada dos Primazes do GAFCON era exigir um pedido de perdão ou a saída da Comunhão da TEC e da Igreja do Canadá.

    Este posicionamento gerou uma reação que levou os Primazes mais ao centro e os mais progressistas a buscarem alternativas que causassem uma drástica ruptura na Comunhão, conforme a própria mídia secular antecipava repetidamente antes e durante a reunião. A resolução final foi o que eu chamo de possível em termos de mantermos os Primazes à mesa e com o desejo de continuar conversando sobre o emblemático terreno da sexualidade. Na decisão tomada, não se incluiu a Igreja do Canadá, vez que ainda não há decisão sinodal definitiva sobre a matéria do matrimônio entre pessoas de mesmo sexo.

    O impacto dessa decisão com certeza afeta é causa dor não somente na TEC, mas em todas as igrejas que tem atendido ao chamado de Deus em acolher todas as pessoas em suas necessidades pastorais. Conforme o Bispo Michael Curry destacou, a TEC está atendendo um desejo pastoral que não é apenas uma questão cultural, mas uma resposta concreta as pessoas que amam a Deus, servem a Ele e desejam ardentemente seguir a Jesus.

    Nossa IEAB tem feito, assim como outras províncias da Comunhão, tem feito o seu caminho de inclusão da comunidade LBGT e dependendo de decisões que se tome nestes dois ou três  anos, poderemos viver situações semelhantes a que a TEC vive hoje.

    Não há dúvidas de que a Comunhão vive e aprofunda sua divisão. A questão que se coloca é como vamos conviver com esta divisão. Talvez o caminho mais fácil seja evitar o custo de conviver com a diferença. Não é a primeira vez que a TEC vive esta experiência. Mas manteve-se firme no propósito de ser parte e contribuir com a Comunhão. Ela não está sozinha e estamos juntas no caminho da missão.

    Uma coisa porém precisa ser destacada. A mídia secular e religiosa parece não ter observado o comunicado final do Encontro dos Primazes, onde se afirma a condenação das igrejas que se omitem (por fragilidade testemunhal) a assumir corajosamente a condenação de atitudes e  legislações que insistem em propagar a homofobia e a criminalização das pessoas LGBT.

    Igualmente os Primazes assumiram claramente o compromisso com os Objetivos de desenvolvimento Sustentável, com a causa dos Refugiados, com a causa das pessoas vítimas de tráfico humano e com a defesa das vítimas de violência sexual. E lamento que não tenhamos gasto mais tempo discutindo o que a meu ver é realmente relevante para nosso testemunho como Igreja de Cristo.

    Isso sem falar do clima de oração que vivemos intensamente durante o Encontro, com a participação nos ofícios diários, na eucaristia, nos momentos de silêncio e jejum que vivemos na cripta da Catedral e na veneração de símbolos como os Evangelhos de Santo Agostinho e do báculo de São Gregório, o papa que enviou Agostinho para evangelizar as Ilhas Britânicas. Pela primeira vez em quase 1500 anos estas duas relíquias estiveram juntas num mesmo lugar!

    Precisamos ter a coragem de reconhecer que nossa Comunhão continua dividida. A decisão dos Primazes precisa passar pelo crivo do Conselho Consultivo Anglicano porque este é o único dos instrumentos que tem legitimidade de decidir sobre questões de membresia dentro da Comunhão.

    Estarei convocando uma reunião da Câmara dos Bispos para discutir a matéria e construirmos uma mensagem de solidariedade à TEC e oferecermos à Comunhão nossa palavra.

    Que Deus nos capacite a ouvir o seu chamado de fazer Jesus ser conhecido e amado por todas as pessoas, independentemente de qual seja a sua condição pessoal. Que a ortodoxia (alegada por alguns) não se torne um empecilho para o avanço do Reino de Deus!

    Do Vosso Primaz

    ++ Francisco

     
  • SNIEAB 17:05 on 06/01/2016 Permalink | Responder
    Tags: , , , primates meeting 2016   

    85 milhões de pessoas, 165 nações, 38 províncias, 1 Senhor: Jesus Cristo! 

    colaboração de Paulo Ueti

    Em setembro de 2015, o Bispo Primaz, foi convidado pelo próprio Arcebispo de Canterbury para o “Primates Meeting 2016” que ocorrerá do dia 11 ao 16 deste mês. Na ocasião, Dom Francisco com muita alegria, confirmou presença e a representação da Igreja Episcopal Anglicana do Brasil – IEAB que é a 19ª Província da Comunhão Anglicana, o que reitera que somente esta em todo o território nacional é que possui vínculos históricos, sacramentais e teológicos com as igrejas da família da Comunhão Anglicana.

    Dom Francisco de Assis é o Primaz da IEAB

    Ás vésperas do evento, com muitos apontamentos feitos pela mídia internacional e também por veículos de comunicação de orientação anglicana, algumas impressões dos Primazes e demais  Bispos/as estão sendo ampliadas pela internet. No Brasil, Dom Francisco pediu aos membros da igreja para que orassem pelo acontecimento através de sua rede social: “Estou me preparando para a viagem a Cantuária. Encontro dos Bispos Primazes da Comunhão Anglicana começa dia 11 de Janeiro. Oremos por este encontro para que os Primazes possam vivenciar a plena comunhão como pastores do rebanho de Deus sob seus cuidados. Oremos para evitar manipulação de grupos interessados na divisão da Igreja de Cristo. Oremos para que as diferenças sejam tratadas com respeito, honestidade e paciência. Oremos para que seja construída coletivamente uma palavra à toda a Comunhão reafirmando o compromisso profético com a justiça!”.

    A Comunhão Anglicana

    Nesse mesmo sentido, o Arcebispo Justin Welby também veio a público para pedir por orações e ressaltar a importância do encontro. A dimensão eclesial que será vivida possui a moderação de um diálogo na intenção da construção do futuro da Comunhão Anglicana. Os 37 Primazes juntamente com o Arcebispo discutirão por uma pauta densa que já está sendo debatida por décadas na Comunhão, desde questões sociais até mesmo a sexualidade.

    Hoje (06/1), o Escritório da Comunhão divulgou o site oficial do “Primates Meeting 2016”, que será gerido no decorrer das pautas.  O Secretário Geral da Comunhão Anglicana, Reverendíssimo Josiah Idowu-Fearon, convida todas/os a orar diariamente pelos Bispos e Arcebispos que se reunirão em Cantuária de 11 a 16 de Janeiro, a litania é sugerida para uso geral.

    Segue abaixo uma proposta de litania para ser usada por todos os fiéis e clérigos da IEAB, sobretudo na celebração eucarística deste domingo, ofícios comunitários e grupos de oração enquanto estiver ocorrendo o encontro – você pode obtê-la em pdf >>>> LITANIA_DIÁRIA_ENCONTRO_DE_PRIMAZES2016

    “Dou graças ao meu Deus todas as vezes que me lembro de vocês, fazendo sempre com alegria a oração por vós em todas as minhas súplicas, pela vossa cooperação no evangelho desde o primeiro dia até agora”. (Fl 1:3-5)

    Como uma comunhão, Deus nos dá sua graça diária e oportunidades para colocá-la em ação. Nós temos muito para louvar e agradecer ao Senhor no caminho para o encontro dos Primazes em Janeiro.

    É nosso sincero pedido que irmãos e irmãs através do mundo que nos ama e nos deseja todo o bem, se juntem a nós nessa Litania diária, além da oração que foi publicada em Outubro.

    Orações para o encontro dos Primazes em 2016:

    1. Agradecimento geral e louvor
    • Pelo privilégio de compartilhar com o mundo as boas novas do Seu amor para todas as pessoas, sem discriminação de raça, cor, gênero e status social.

    Nós te louvamos, Ó Senhor.

    • Pelas oportunidades de compartilhar o amor de Cristo alimentando as pessoas famintas, vestindo e oferecendo abrigo para as pessoas vítimas da guerra.

    Nós te louvamos, Ó Senhor.

    • Pela oportunidade de viver nossa fé num ambiente hostil, de provar a força do nosso amor pelo Senhor e pelas outras pessoas através das relações que estabelecemos com quem tem posições diferentes da minha na teologia e eclesiologia.

    Nós te louvamos, Ó Senhor.

    • Pelos esforços contínuos de trabalhar nossa relação como Comunhão e encontrando caminhos melhores de viver como Sua família reconciliada.

    Nós te louvamos, Ó Senhor.

    • Pelas respostas positivas dos Primazes e Arcebispos para o encontro dos Primazes em Janeiro.

    Nós te louvamos, Ó Senhor.


    2. Pela Verdade

    • Da manipulação dos meios de comunicação, desinformação e abuso de privilégios,

    Bom Deus livrai-nos.

    • Da distorção de fatos e do desejo de calar outras vozes que me desagradam,

    Bom Deus livrai-nos.

    • Da distorção da verdade que é usada para fazer as opiniões das outras pessoas parecerem erradas,

    Bom Deus livrai-nos.

    3. Os participantes do encontro

    • Da arrogância e do espírito de falsidade,

    Bom Deus livrai-nos.

    • Do sentimento e ações provocadas pela raiva, atenção somente ao próprio ego e do desejo de impor nossas opiniões a todo custo, do espírito de divisão e ânsia de poder que oprime mais do que de unidade,

    Bom Deus livrai-nos.

    • Do espirito e ações que rebaixam as outras pessoas ao invés de ouví-las,

    Bom Deus livrai-nos.

    • Do espirito que desvaloriza as pessoas, despreza suas convicções e não as deixa seguir por causa de Cristo,

    Bom Deus livrai-nos.

    • Que cada uma de nós possa encontrar Cristo e ser positivamente transformadas,

    ouve-nos Senhor.

    • Que este encontro dos Primazes possa abrir um capítulo novo e positivo no desenrolar da historia da nossa Comunhão,

    ouve-nos Senhor.

    • Que cada Primaz/Arcebispo possa abraçar uma visão a partir de Sua santa perspectiva,

    ouve-nos Senhor.

    • Que este encontro possa trazer glória e honra para o Seu nome, uma fraternidade nova, melhor e mais forte entre todas as pessoas que participam,

    ouve-nos Senhor.

    • Que esta Comunhão possa contar suas próprias histórias livres dos relatórios cínicos e tendenciosos,

    ouve-nos Senhor.

    Deus, esta é uma parte da Sua Igreja Militante.

    Tu nos chamaste depois de nos redimir através da morte sacrificial de seu Filho, ressurreição triunfante e gloriosa ascensão.

    Ajuda-nos como Comunhão a ouvir com clareza o que Tu dizes nestes tempos, nos dê neste encontro o Seu Espírito que nos liderará para que testemunhemos sua honra e glória, paz e melhor entendimento para Sua Igreja, crescimento e desenvolvimento de cada parte da Comunhão.

    Pedimos em nome de Cristo.

    Amém.

     
c
escrever um novo post
j
próximo post/próximo comentário
k
post anterior/comentário anterior
r
responder
e
editar
o
mostrar/esconder comentários
t
topo
l
go to login
h
show/hide help
esc
cancelar