Comissão de Direitos Humanos da Diocese Anglicana de Brasília organiza mostra de Filmes 


Brasília, a Diocese Anglicana de Brasília, através da sua Comissão Diocesana de Direitos Humanos esta organizando Mostra de Filmes Marcas da Memória da Comissão Nacional de Anistia, do Ministério da Justiça.

A Mostra de Filmes Marcas da Memória tem como  objetivo promover sessões públicas e gratuitas  de filmes, dedicados à memória e a reflexão critica sobre os regimes de exceção vividos na América do Sul, em especial no Brasil.

O Projeto Marcas da Memória é fruto do trabalho que vem sendo desenvolvido pela Comissão de Anistia, e nestes últimos 10 anos a Comissão de Anistia em nome do Estado Brasileiro tem promovido reparações a direitos fundamentais praticados entre  1946 a 1988, configurando-se em espaço de reencontro do Brasil com seu passado.

O projeto Marcas da Memória permite que a sociedade conheça o passado e extraia lições para o futuro, reiterando a premissa de que apenas conhecendo o arbítrio estatal do passado poderemos evitar sua repetição no futuro.

A  Mostra de Filmes Marcas da Memória pode ser realizada em parceria, são 13 filmes, os filmes selecionados pertencem ao acervo do Centro de Documentação e Pesquisa Memorial da Anistia.

A Comissão de Direitos Humanos da Diocese Anglicana de Brasília separou  05 filmes para esta Mostra que vai de 08 de maio a 10 de junho, sempre às quintas feiras, às 19h , no Salão Paroquial da Catedral da Ressurreição, na Asa Sul, Brasília, com a seguinte programação:

08 de maio, 19,00, “O fim do Esquecimento e Anistia  30 anos:

Dra. Sueli Belatto, vice presidente da Comissão de Anistia.

15 de maio, 19,00, “Os Advogados contra a Ditadura: por uma questão de Justiça”

Dra.Enéa de Stutz,membro da Comissão de Anistia, coordenadora da Comissão Diocesana de Direitos Humanos.

22 de maio, 19,00, “Eu me lembro”

Anivaldo Padilha, membro da Comissão Nacional da Verdade,

29 de maio, 19,00, “Ainda hoje existem perseguidos políticos”

Dr. Pedro Montenegro, advogado especialista em Diretos Humanos.

10 de junho, 19.00, “Repare Bem”

Dr. Paulo Abraão, Presidente da Comissào de Anistia e Secretario Nacional de Justiça.