Declaração da Comissão Incidência Pública da IEAB sobre Prêmio de Direitos Humanos CONIC 

Curitiba, 13 de dezembro de 2013

Estimada Pastora Romi Márcia Bencke e demais irmãos/as e Igrejas membros do CONIC

Paz e Bem!

Desejamos expressar nossa grande alegria e júbilo pelo recebimento de tão importante comenda com referência aos Direitos Humanos. Como Igreja co-irmã e co-fundadora do CONIC nos sentimos honrados por esse ato que representa toda responsabilidade que nossa instituição tem tido no cuidado com o direito, a justiça e a dignidade humana.

Graças a Deus que seu divino Espírito tem nos guiado no caminho do discipulado consciente e responsável, levando-nos a viver uma religião que procura encarnar o próprio Cristo na experiência de vida expressando-se no testemunho profético – de anúncio e denúncia -, na defesa dos pequeninos, na defesa da criação e de todas as suas criaturas sem exceção, sem exclusão.

Nos sentimos honrados e felizes porque neste ano tão especial de atuação da Comissão da Verdade, com intenso envolvimento do CONIC e outros organismos ecumênicos e inter-religiosos, no contexto do Fórum Mundial dos Direitos Humanos, e celebrações de mais um aniversário da Declaração Universal dos Direitos Humanos, com os quais estamos comprometidos como Igrejas Cristãs, nosso CONIC se destaca por sua atuação.

Esse reconhecimento público aumenta nossa responsabilidade como cidadãos/ãs e como cristãos. Responsabilidade de continuarmos atentos a realidade deste mundo “amado por Deus”, responsabilidade de, “a tempo e fora de tempo”, anunciarmos nosso compromisso com a paz e com a justiça para todas as pessoas.

Que a atuação do CONIC, através de sua Secretaria Executiva, da sua Diretoria, das Igrejas membros, que respaldam  suas ações, continue de forma determinada e perseverante na busca da utopia e sonho de Deus para toda a humanidade, “onde já não haverá mais guerra, as nações viverão em paz. Das suas espadas fabricarão enxadas e de suas lanças fabricarão foices…”(Is. 2) “Pois Deus vai criar um novo céu e uma nova terra…” (Is. 65.17) Até que “os reinos deste mundo se transformem no reino de nosso Senhor Jesus Cristo”.

Com nosso abraço fraternal em Jesus Cristo nosso Salvador e Libertador.

+Naudal Alves Gomes

Presidente da Comissão de Incidência Pública da Igreja Episcopal Anglicana do Brasil/IEAB

(Direitos Humanos & Combate ao Racismo e Todas as Formas de Discriminações)