Posts Mentioning RSS Toggle Comment Threads | Atalhos de teclado

  • SNIEAB 15:18 on 25/05/2012 Permalink | Responder
    Tags: , ,   

    Liturgia da IEAB para Domingo Anglicano Rumo à Rio+20 

    “Que nossos passos sejam de esperança,
    Nossos corpos trabalhem pela paz e integridade da criação,
    Nossos lábios proclamem, enamorados, uma oração de paixão pela vida.
    Por nosso Senhor Jesus Cristo, na Unidade do Espírito Santo. Amém! ” Liturgia Domingo Rumo à Rio+20


    Apresentamos mais um recurso litúrgico que poderá ser utilizado em nossas comunidades na preparação para a Rio+20.

    Acesse a Liturgia Domingo Anglicano Rumo à Rio+20

    Liturgia Rio +20 Trindade

     
  • SNIEAB 14:45 on 24/05/2012 Permalink | Responder
    Tags:   

    Meridional Lança Estudos sobre Eleição Episcopal 

    Entre os dias 04 a 06 de maio, ocorreu na Paróquia São Lucas, em Canoas/RS, o 119º Concílio da Diocese Meridional presidido pelo Reverendíssimo Bispo Diocesano Dom Orlando Santos de Oliveira.

    Os delegados conciliares participaram de momentos celebrativos, de reflexões e das reuniões deliberativas envolvendo questões administrativas e organizacionais da Diocese. Segundo os relatórios estatísticos, a Diocese Meridional possui aproximadamente 13.000 membros, e compreende cerca de 25 paróquias e 9 missões.

    Damos destaque a abertura ao processo para eleição episcopal da DM e o lançamento dos Estudos sobre a Eleição de um(a)  Novo (a) Bispo (a).  O foco dessa eleição está, primeiramente nas palavras de Dom Orlando de Oliveira em um dos trechos de sua Carta Pastoral, expresso na seguinte pergunta:  “[...] que Diocese queremos nesta nova etapa da vida diocesana? ” .

    Veja na íntegra o material publicado pela Diocese Meridional para Eleição Episcopal

    ESTUDOS SOBRE A ELEIÇÃO DE  BISPO

     
  • SNIEAB 17:28 on 16/05/2012 Permalink | Responder
    Tags: , , ,   

    Recursos Litúrgicos da Igreja Anglicana para Rio+20 



    ACESSE OS RECURSOS LITÚRGICOS DA ANGLICAN ALLIANCE PARA RIO + 20


    Abertura Pacote Litúrgico Rio + 20


    Água Pacote Litúrgico Rio + 20


    Alimento e Meio Ambiente Pacote Litúrgico Rio + 20


    Justiça Climática Pacote Litúrgico Rio + 20

     
  • SNIEAB 18:11 on 09/05/2012 Permalink | Responder
    Tags:   

    Partilha Teológica em Recife 

    Partilha Teológica reúne clero das dioceses da Área Provincial III no Recife

    Parte do Clero das dioceses anglicanas de Brasília, Recife, Amazonas e do Distrito Missionário participaram, no Recife, de 02 a 06 de maio, da Partilha Ministerial Teológica da Área Provincial III. Pouco mais de vinte reverendos e reverendas, além dos respectivos bispos diocesanos, debateram durante os dias do encontro, no Hotel Barramares, na Praia de Piedade, a questão da ética na vida ministerial.

    Estavam presentes Dom Maurício Andrade, bispo primaz da IEAB, diocesano de Brasília e também responsável pelo Distrito Missionário; Dom Sebastião Armando, da Diocese Anglicana do Recife; e Dom Saulo Barros, da Diocese Anglicana da Amazônia. O encontro começou na quarta, dia 02 de maio, à noite, com uma oração e reunião de acolhida com todos os participantes.

    Na quinta, dia 03 de maio, a assessoria foi do padre Marcelo Barros, monge beneditino, que refletiu sobre o tema “Ética para uma humanidade nova”. Após explanar sobre “ética e espiritualidade”, o palestrante apresentou as características para uma ética cristã, enfatizando a “ética latino-americana” e, por fim, as questões éticas para igreja em relação com o mundo; com outras igrejas e religiões; em relação à própria comunidade e, por fim, entre nós mesmos. A oração da manhã foi preparada pela Diocese Anglicana do Recife e do final da tarde foi conduzida pela Diocese Anglicana da Amazônia.

    A sexta, dia 04, começou com a oração matutina a cargo da Diocese Anglicana da Amazônia. Em seguida, reunião especial sobre o Serviço Anglicano de Diaconia e Desenvolvimento – SADD, conduzida pela coordenadora nacional, Sandra Andrade, onde foram apresentados os principais projetos sociais da IEAB no Brasil. À tarde, a assessoria foi do Reverendo Ariel Montero, da DAR, com o tema “Ética e moral na crise atual – estudo da questão do Anglicanismo”.

    No sábado, dia 05, continuação da palestra do Revdo. Ariel, seguida de encontro para tratar de assuntos referentes à Área Provincial III, onde foram estabelecidas as prioridades de ações para serem desenvolvidas nos próximos anos na área provincial. Todos os presentes, por unanimidade, aprovaram a continuação dos encontros de partilha ministerial, como forma de estreitamente de amizades, troca de experiências pastorais e busca de unidade no serviço à Igreja no ministério ordenado na IEAB.

    À noite, os participantes da partilha tiveram um encontro de confraternização e troca de experiências com a liderança leiga da Catedral Anglicana da Santíssima Trindade, da DAR, concluindo com jantar regional.

    O encerramento da Partilha Ministerial aconteceu, no domingo, 06 de maio, durante a celebração Eucarística das 10 horas na Catedral da Santíssima Trindade, no bairro do Espinheiro, no Recife, com pregação do bispo Primaz, Dom Maurício Andrade.

    Por Revdo. Félix Batista Filho

    Diocese Anglicana do Recife

     
  • SNIEAB 15:53 on 03/05/2012 Permalink | Responder
    Tags: , , ,   

    Carta do Bispo Primaz da IEAB sobre a Rio+20 

    A Igreja Anglicana e a Rio+20

    “Tomou, pois, o Senhor Deus a humanidade

    e a colocou no Jardim do Éden

    para cultivar/servir e guardar”

    (Gênesis 2:15)


    No contexto  da reflexão sobre o cuidado com o planeta, diante do gemido da natureza  e na certeza de que cada pessoa, em sua diferente realidade, precisa se envolver e desenvolver ações concretas de cuidado com a Criação, convido a Comunhão Anglicana a comprometer-se rumo à Rio +20 – Conferência da Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável –  através da participação na Cúpula dos Povos, entre os dias 13 a 22 de junho, na cidade do Rio de Janeiro/Brasil.

    A Rio+20  fechará  um importante ciclo iniciado na Eco-92. A Cúpula dos Povos, movimento da sociedade civil organizada, poderá proporcionar um reencontro com o centro da fé cristã, expresso no amor incondicional do Criador para com a Criação, através de um presente e um futuro justo, ético, transformado e sustentável. Ou simplesmente, poderá passar ao largo das nossas vidas, mantendo a hegemonia daqueles que querem o lucro fácil à custa da sangria da natureza e dos povos empobrecidos e excluídos.

    É importante perceber o que está envolvido nessa  Conferência, se vamos seguir adiante com esse modelo de produção e consumo insustentável, privilegiador de um pequeno grupo, ou se iniciaremos uma transformação para outros modelos, como já afirmou a Eco-92 e tantas outras conferências da ONU que infelizmente os governos e as corporações transnacionais negam-se cumprir com suas responsabilidades.

    Somos testemunhas que a civilização humana enfrenta uma crise multidimensional abrangendo aspectos econômicos, sociais, ambientais, culturais e por que não dizer, espirituais. Em nosso modo de ver, uma crise de valores que anuncia o ocaso da velha civilização. Igualmente poderá significar a aurora de um novo tempo para todos nós, irmãos e irmãs que habitamos a mesma casa comum. Nesse sentido, nos inspiremos  no exemplo daquele que “acreditou contra toda esperança” (Rom 4:18) e colaborou  para que a vida da humanidade fosse mais abundante.

    A palavra profética de Gênesis 2:15, nos convoca a uma responsabilidade impar de cuidar e de zelar nosso jardim comum, como obra da Criação, continuação da revelação do Deus da Misericórdia e da Justiça.

    Nós continuamos a Missio Dei que deve ser a Missio Ecclesia, ou seja: dizer uma palavra e criar, mas não destruir; apresentar-se e libertar e não escravizar ou privatizar; encarnar-se e solidarizar-se e jamais imperializar-se;  gerar a vida e o cuidado e sem abandonar ou silenciar. Assim, somos desafiados a  “lutar pela salvaguarda da integridade da criação, sustento e renovação da terra”, uma das Cinco Marcas da Missão do Conselho Consultivo Anglicano.

    Nosso planeta geme e chora esperando pela redenção. Nossos povos clamam porque a mão dos opressores pesa sobre eles. Precisamos ouvir, como Deus escutou o clamor do oprimido, conheceu seu sofrimento e desceu para libertar. Escutar como fez Jesus com os discípulos no caminho de Emaús, andando com eles, lhes dando coragem e energia para testemunhar que outro mundo é possível.

    É com esperança, ousadia e fé renovada convoco a Igreja Episcopal Anglicana do Brasil e a Comunhão Anglicana a assumirem seu dever profético de “cuidar da Criação”, apoiar as iniciativas da sociedade civil organizada e apelar aos governos para assumirem sua responsabilidade para com a vida do planeta.

    Esse momento deve ser de denúncia do modelo economicista e excludente, e que possamos buscar a construção da Justiça Social e Ambiental, da defesa dos direitos dos povos e da natureza, do fortalecimento da consciência ecológica nas religiões e tradições espirituais, do início da transição de um modelo de civilização insustentável para uma nova civilização, justa, fraterna, pacífica, ética e sustentável.

    Encorajo às Províncias Anglicanas a assumirem suas responsabilidades, orientando suas dioceses, o clero e as comunidades a participarem ativamente do processo da Rio+20, incluindo as iniciativas da Cúpula dos Povos e do espaço Religiões por Direitos.

    Na certeza de que este será o caminho para vivermos a plenitude da vida (cf. Jo10:10),

    Brasília, 03 de maio de 2012

    + Dom Mauricio Andrade

    Bispo Primaz da Igreja Episcopal Anglicana do Brasil (IEAB)


     
c
escrever um novo post
j
próximo post/próximo comentário
k
post anterior/comentário anterior
r
responder
e
editar
o
mostrar/esconder comentários
t
topo
l
go to login
h
show/hide help
esc
cancelar