Igreja em Porto Velho: Compromisso Missionário da IEAB 

Distrito Missionário Anglicano

Chegada a Porto Velho
Na noite do dia 13 de julho, a comitiva provincial prosseguiu seus trabalhos em sua visita a comunidade anglicana, localizada na cidade de Porto Velho. Foi um momento festivo para a Paróquia Phileon onde estiveram presentes, entre fiéis e visitantes, mais de 70 pessoas, para Celebração da Santa Eucaristia.
O Bispo Primaz Dom Maurício Andrade presidiu o ofício religioso com a presença do Secretário Geral, Reverendo Arthur Cavalcante, do clérigo residente da Diocese de Brasília, o Reverendo Guilherme Luz e do atual ministro encarregado da Paróquia, o Reverendo Diácono Robert Adan. Naquela noite foram instaladas e renovadas as licenças de quatro mulheres ao ministério leigo. Na mesma ocasião, Dom Maurício recebeu e confirmou quatro pessoas na comunhão da Igreja. Logo após a celebração, a comunidade organizou uma quermesse com direito a um jantar e doces regionais. Um bingo foi promovido para arrecadar fundos para a nova Paróquia.

Histórico da Paróquia

Os trabalhos da Paróquia Phileon, em Porto Velho, iniciaram-se no ano de 2008, através do testemunho pastoral e missionário do Reverendo Guilherme Luz. Este homem de Deus animou jovens e adultos de sua família, oriundos da Igreja Assembléia de Deus e da Igreja Católica Romana, a vivenciarem a fé cristã através do anglicanismo. O resultado foi a filiação de um grande número de pessoas a IEAB. Com um bom grupo já formado, as primeiras reuniões tiveram início na residência da Dona Berenice Luz, fiel membro da Igreja Assembléia de Deus e irmã do Reverendo Guilherme. Atualmente, esta senhora, além de ceder o jardim de sua residência, no bairro do Embratel, para realização dos cultos da IEAB, também generosamente doou um terreno de 900 m² para a construção do primeiro templo anglicano na capital de Rondônia.

Missão Moriá
Na manhã do dia 14 de julho, a comitiva provincial juntamente com o Sr. Roger Luz, liderança leiga paroquial, seguiram de carro em direção à Missão Moriá, região da Bacia Leiteira, que dista uns 20 km de Porto Velho. A missão está nas proximidades dos rios Candeias e das Garças onde há uma floresta nativa e um bom trecho foi percorrido em estrada de terra. O Reverendo Guilherme destacou que o nome Moriá foi uma homenagem a uma antiga missão dos ingleses desenvolvida no período do Ciclo da Borracha e da construção da estrada de ferro Madeira/Mamoré.
A recepção local ficou a cargo do casal, Dona Neguinha e do Sr. Aldo, fiéis da Igreja Anglicana. O testemunho deles tem sido importante referência para as famílias ribeirinhas e um grande contato pastoral para a IEAB.

Desafios na Construção do primeiro templo Anglicano de Porto Velho
Logo após, o grupo retornou para Porto Velho a fim de conhecer o local onde está sendo construído o templo da Paróquia Phileon. O Bispo Maurício que esteve no lançamento da Pedra Fundamental, constatou o avanço das obras e o empenho dos fiéis. Segundo o Sr. Robinson Luz, líder leigo, quando o templo estiver pronto terá capacidade para receber 120 pessoas e atenderá muito bem a comunidade. Ele ainda afirmou que os recursos ainda não são suficientes para dar continuidade e rapidez a obra, mas acredita na união de todos para multiplicar os recursos, chegando enfim na construção do templo.

-

Rev. Arthur Cavalcante

Secretário Geral da IEAB