Assembleia do CONIC elege nova diretoria

Neste último final de semana, o Conselho Nacional de Igrejas Cristãs realizou mais uma assembleia. Marcelo Schneider, representando o Conselho Mundial de Igrejas, relatou os resultados positivos da mesma:

A assembleia, que ocorre a cada dois anos, reune 32 delegados das 5 igrejas-membro do Conselho, além de observadores e convidados de outras igrejas, conselhos de igrejas e organismos ecumênicos.

Na manhã do dia 11, a celebração de abertura foi marcada por uma demonstração de humildade e comunhão. O oficiante, Dom José Alberto Moura, presidente da Comissão Episcopal Pastoral para o Ecumenismo e o Diálogo Inter-Religioso da CNBB, abriu a celebração com um pedido de perdão da Igreja Católica Apostólica Romana à Igreja Episcopal Anglicana no Brasil por conta do recente episódio envolvendo protestos em Santa Maria, Rio Grande do Sul, onde um grupo de católicos tradicionalistas pressionou o bispo da Diocese de Santa Maria a retirar a cessão da igreja católica local para a sagração do bispo eleito da Igreja Episcopal Anglicana (IEAB), cônego Francisco de Assis Silva, no dia 20 de março. “Aquela nunca foi a posição oficial da igreja”, salientou Dom José Moura.

Ao final da devocional, o cônego anglicano pediu a palavra e acolheu o pedido de perdão do bispo católico, selando, assim, um dos momentos mais expressivos da atmosfera de cordialidade e compromisso que marcou o primeiro dia da assembléia.

Durante boa parte do dia, os delegados e delegadas estiveram divididos/as, de acordo com suas denominações, avaliando o trabalho do CONIC nos últimos anos. Nos relatos da delegação de cada igreja, pontos em comum e destaques pontuais sobre o impacto do Conselho no cenário brasileiro e indicações de desafios recomendados.

A Rev. Cacilene Nobre, da Igreja Presbiteriana Unida (IPU), destacou um dos pontos dos relatos: “vemos que o CONIC tem uma boa expressão, mas pode melhorar. Precisamos trabalhar mais intensamente na defesa dos Direitos Humanos. Sonhamos com um conselho de igrejas que lute incessantemente pelos direitos das mulheres”, afirmou.

A IEAB contará com dois membros na administração do Conselho: o Rev. Cônego Francisco de Assis da Silva, Bispo-eleito da Diocese Sul-Ocidental (como vice-presidente) e o Sr. Fabiano Nunes, da DARJ, como membro do conselho fiscal. Segue lista completa com os demais membros:

Diretoria

Presidente: Dom Manoel João Francisco – ICAR

1º Vice-Presidente: Bispo Francisco de Assis da Silva – IEAB

2º Vice-Presidente: Presbítera Elinete Wanderley Paes Miller – IPU

Secretária: Dra Zulmira Ines Lourena Gomes da Costa – ISOA

Tesoureiro: P. Sin. Altermir Labes – IECLB

Conselho Fiscal

P. Marcos Ebeling – IECLB

Mons. Hélio Pacheco Filho – ICAR

Sr. Fabiano Nunes – IEAB

-

Rev. Arthur Cavalcante

Secretário Geral da IEAB