Anglicanas levarão à ONU relatório de reivindicações 

Terminou ontem, com celebração e almoço na sede da Igreja Episcopal dos Estados Unidos, (ECUSA) em Nova Iorque,  o encontro internacional da Comissão para Empoderamento das Mulheres Anglicanas. Mais de cem mulheres de varios paises reuniram-se seguidamente, desde o dia 23 de fevereiro, para discutir técnicas e metas para o trabalho em prol da mulher nas suas paroquias, dioceses e provincias e também junto aos seus governos. O encontro ocorreu paralelo à 52ª Conferencia da ONU para o Status da Mulher, que prossegue ate a próxima sexta-feira. As anglicanas continuam participando das reuniões, agora levando seus relatórios e vozes para influir no resultado final da Conferência. 

As reuniões das anglicanas estavam acontecendo no mezzanino da sede da ECUSA (número 815 da 2nd Ave.), mas no sábado elas realizaram quase um tour por três dos mais belos templos novaiorquinos: pela manha, conversaram sobre igualdade de generos na St. James Church, na Madison Ave, onde foram recebidas com uma mesa de cafe e bolos e ao final da reuniao participaram de almoço oferecido pelas mulheres da paroquia; à tarde, o evento foi na Trinity Wall Street Church e à noite a Diocese de Nova Iorque ofereceu jantar de gala na St. Bartholomew’ s Church, com a presença do bispo Mark Sisk, que abraçou uma a uma as participantes e pacientemente posou para inúmeras fotografias.

Muitas delegadas à reuniao anglicana ainda estão trabalhando, a exemplo da Revda. Inamar Souza, (DARJ) delegada do Brasil. Suas comissões tem a tarefa de preparar relatórios finais que levarão à ONU as reivindicações da Igreja.

-

Zenaide Barbosa

Membro do Grupo de Trabalho de Comunicação da IEAB