Gloria Steinem fala às mulheres ecumênicas

Nova Iorque  – Em reuniao co-patrocinada pela Igreja Episcopal dos Estados Unidos – que faz parte da Comunhão Anglicana – mulheres ecumênicas de vários paises ouviram ontem a conhecida lider feminista Gloria Steinem afirmar seu apoio às lutas das mulheres do mundo todo que estão reunidas nesta cidade. Elas participam da 52ª  Reunião da Comissão para o Status da Mulher, da ONU.

O objetivo dessa reuniao foi apoiar o V Conferencia Mundial de Mulheres, que devera se realizar em 2012, na Europa. Muitas mulheres estão lutando por esse encontro, ja que o ultimo ocorreu em 1995, em Beijing, na China. Outras sao contrarias ao encontro, entendendo que ainda nao foram  alcançadas as metas traçadas pelo encontro de Beijing e que uma nova conferencia poderia enterrar de vez essas metas.

O encontro de Beijing, dizem as que defendem uma nova conferencia, resultou na intensificação das relações da ONU com as ONGs e na participação de varios governos na plataforma de luta das mulheres. Para essas mulheres, tais beneficios podem ser ampliados com uma nova conferencia, sem ser preciso que as metas ainda nao alcançadas sejam esquecidas.

Na reuniao ecumenica muitas mulheres que estiveram em Beijing deram seu depoimento. A delegada das Filipinas, a anglicana Patricia Lucuanan, ressaltou que nao apenas o evento em Beijing foi importante, mas todo os trabalho de preparação do encontro, que se tornou um tempo de aprendizado para as mulheres envolvidas nele. “O encontro de Beijing motivou uma geração de mulheres”, disse ela.

Gloria Steinem, cuja participação na luta pela igualdade feminina, nas décadas de 70 a 90, foi inestimável, ressaltou a importancia de as mulheres se reunirem sempre e apelou à ONU que apoie um proximo encontro.

-

Zenaide Barbosa

Membro do Grupo de Trabalho de Comunicação da IEAB