Posts Mentioning RSS Toggle Comment Threads | Atalhos de teclado

  • SNIEAB 18:13 on 27/11/2007 Permalink  

    Acolher é um Ministério 

    As reuniões nacionais, realizadas em meio ao clima celebrativo dos 25 anos do CONIC e da CONAC, foram muito frutíferas.

    O ambiente de ação de graças pela acolhida ecumênica entre igrejas cristãs e a esperança de que podemos olhar para a frente com esperança contagiou a todos.

    O relatório da Secretaria Geral sobre o estado da Igreja e os sinais de que o pior já passou e que agora é hora de materializar uma agenda mais voltada para a expansão e missão na IEAB certamente foi algo muito confortador. É claro que não se pode ainda dizer que os desafios estão superados, principalmente no campo administrativo e financeiro. Mas se pode dizer que as lideranças da IEAB estão apontando para um caminho de iniciativas.

     O relatório da Secretaria Geral e dos GTs que hoje trabalham para manter a Igreja ativa e proativa gerou um consenso sobre a necessidade de se pensar um tema geral para a Província no ano que se aproxima.

    A partir do relato e da sugestão do GT Missão de que se trabalhe o tema da Acolhida para 2008, o Conselho Executivo e os bispos consensuaram que todas as iniciativas da Igreja, em todos os níveis, desde as paróquias, passando pelas dioceses e pelas estruturas provinciais se debrucem sobre esse lema: Acolher é um Ministério.

    Nessa direção, apropriadamente tão relacionada ao Advento que se avizinha – marcado pela acolhida do próprio Messias em nossa vida – conclamamos a Igreja como um todo a trabalhar em suas ações e iniciativas o tema da acolhida.
    Nenhuma comunidade cristã cresce sem exercer esse ministério. Acolher todas as pessoas, independentemente de quem sejam. Acolher com carinho, com afeto, com sincera preocupação com suas necessidades, acolher com alegria e com espírito de serviço.

    Foto: Reunião do CEXEC (Zenaide Barbosa)

    Rev. Cônego Francisco de Assis da Silva

    Secretário Geral da IEAB

     
  • SNIEAB 18:30 on 21/11/2007 Permalink  

    Conselho Executivo ouve relatório do GT Finanças 

    A reunião do Conselho Executivo da IEAB começou hoje em São Paulo, ouvindo e discutindo, pela manhã, o relatório do GT Finanças. O material foi apresentado pelo secretário Geral, rev. Francisco de Assis da Silva e pelo sr. Marco Vilwock. Na abertura dos trabalhos, a Devocional foi conduzida pelo rev. Francisco Cezar, da DASP.

    O secretário executivo do Conic – Conselho Nacional de Igrejas Cristãs- rev. Luiz Alberto Barboza , fez uma explanação do que foi o Primeiro Congresso de Ecumenismo e Missão, realizado na semana passada, em São Paulo, com a participação de 27 anglicanos de várias dioceses.

     Os membros do Conselho Executivo são o bispo Primaz, d. Maurício Andrade, o Secretário Geral Francisco de Assis da Silva; os bispos Almir dos Santos, Jubal Neves e Sebastião Gameleira; os reverendos Luiz Alberto Barboza, presidente da Câmara dos Clérigos e Leigos; Francisco Cezar, Dilce de Oliveira, Inamar Souza e os leigos Anna Luiza Oliveira e Edegar Quintana e Mary Joyce

    Ainda no primeiro dia de trabalhos o Conselho ouviu o Relatório do Secretário Geral, onde se percebe uma clara evolução do quadro financeiro provincial. Dentre os destaques apontados estão o esforço de redução do déficit operacional e a criação de um mecanismo de execução orçamentária que tem ajudado em muito a gestão do escritório da Província.(foto)

    Também se ouviu os relatórios dos outros grupos de Trabalho – Educação Cristã, Missão e Comunicação. Esse modelo de trabalho adotado a partir do Sínodo, apesar dos grandes desafios tem conseguido alguns resultados muito animadores.

    Amanhã o Conselho continuará sua extensa pauta, deliberando e construindo as linhas de ação para o próximo ano.

    Foto: Secretário Geral apresentando Relatório (Zenaide Barbosa)

    -

    Zenaide Barbosa

    Membro do Grupo de Trabalho de Comunicação da IEAB

     
  • SNIEAB 18:32 on 19/11/2007 Permalink  

    Católicos e Anglicanos celebram Diálogo 

    Os 25 anos de criação da Comissão Nacional Anglicano-Católico-Romana – Conac – foram celebrados ontem, em São Paulo, na Paróquia anglicana da Santíssima Trindade. Sob a presidência do Primaz Maurício Andrade, da IEAB e do cardeal Odilo Pedro Scherer, arcebispo de São Paulo, o encontro reuniu centenas de religiosos e leigos das duas igrejas. 

    Organizado pelo padre José Bizon, da Casa de Reconciliação-Conac e pelo rev. Arthur Cavalcanti, pároco da Santíssima Trindade, o Oficio de Vésperas incluiu orações na versão ecumênica – o Credo e o Pai Nosso, tradicionais hinos anglicanos e cânticos à Virgem Maria. O pregador foi dom José Alberto Moura, arcebispo de Montes Claros (MG) e presidente da Comissão Episcopal Pastoral para o Ecumenismo e para o Diálogo Inter-religioso da CNBB.

     Religiosos anglicanos e católicos, assim como o representante da Igreja Sirian Ortodoxa, tiveram participação na solenidade, que prestou homenagem à memória do bispo anglicano dom Sumiu Takatsu e do católico dom Décio Pereira. Fotografias dos dois foram solenemente depositadas aos pés do altar.

    O padre Paulo Homero Grozzi traçou um breve histórico do diálogo católico-anglicano, descrevendo a reunião de 8 de maio de 1981, que marcou o início das atividades do Conac. Em nível internacional, o diálogo já acontece há 40 anos.

    O padre Grozzi disse que a Fé, a Esperança e o Amor são os sentimentos comuns às duas igrejas que embasam os passos em direção da total comunhão.

    “Vejam que belo, como é tão bom! Vejam como é bonito ter o povo reunido para fazer da terra novo mundo redimido”. O hino de Pablo Sosa baseado no Salmo 132 ecoou forte na igreja lotada e deu maior significado ao cerne daquela celebração: a união de todos os cristãos em torno de um só Senhor.

    Momento de muita beleza foi quando os bispos acenderam velas no círio Pascal e as compartilharam com a comunidade. Na penumbra, o que se via eram inúmeras luzinhas brilhando à medida que o povo caminhava para a porta do templo.

    O Primaz Maurício Andrade e o arcebispo Odilo Scherer haviam antes ministrado juntos(foto) a bênção de despedida e o envio: “Assim brilhe a nossa luz para que outros louvem o nosso Pai que está nos céus”.

    Foto: bênção conjunta (Zenaide Barbosa)

    Zenaide Barbosa

    Membro do Grupo de Trabalho de Comunicação da IEAB

     

     
  • SNIEAB 18:35 on 17/11/2007 Permalink  

    Anglicanos Prestigiam Congresso do CONIC 

    A IEAB partilhou com muito brilho a celebração dos 25 anos do CONIC com uma presença de 27 representantes dentre membros de comissões, bispos, clérigos e leigos de todas as partes do país.

    Além de assinar em conjunto com as outras Igrejas membros o reconhecimento mútuo do batismo, a nossa Igreja se fez representar em praticamente todos os grupos e comissões, bem como palestrantes durante o Congresso Missionário, realizado em São Paulo desde quarta-feira até hoje à tarde.

    Homenagens

    Como parte dos festejos pelos jubileu de Prata, o CONIC homenageou 16 pessoas e entidades reconhecidos como grandes colaboradores da história da entidade. Dentre os homenageados, quatro bispos brasileiros receberam esta honraria por suas valorosas contribuições para a causa ecumênica. Dois deles foram homenageados in memoriam: D. Rodolfo Kratz e D. Sumio Takatsu. D.Glauco Soares e D.Orlando Santos também receberam uma placa comemorativa de seus relevantes serviços na caminhada ecumênica desde a fundação do Conselho.

     Dom Orlando, Bispo Primaz da IEAB entre 2003 e 2006, foi o primeiro secretário da primeira Diretoria da entidade. Entre suas diversas funções no campo ecumênico foi membro da Comissão Central e da Comissão Teológica do Conic, além de ter sido coordenador, na década de 80, da Comissão Inter-confessional e do Ensino Religioso Escolar do Rio Grande do Sul e coordenador do Conselho Diretor do Instituto Ecumênico de Pós-Graduação em São Leopoldo do Sul (RS). Participou da Comissão de Renovação e Vida da Congregação do Conselho Mundial de Igrejas – CMI – de 1982 a 1991 e atualmente é coordenador da Comissão de Ecumenismo da IEAB e secretário da diretoria do Conic RS.

    Dom Glauco Soares de Lima, bispo Emérito, foi Primaz da IEAB por 10 anos e integrou comissões em diversos organismos ecumênicos. Doutor Honoris Causa da Episcopal Divinity School, título recebido pela Universidade de Harvard, nos Estados Unidos. D. Glauco foi presidente do CONIC, em cuja gestão se publicou a Tradução ecumênica da Bíblia em Português.

    D. Sumio Takatsu foi representado pela Sra. Yasco Takatsu, sua irmã e por sua sobrinha Christina Takatsu Winnischofer. Durante muitos anos o bispo Sumio foi coordenador da Comissão de Ecumenismo da IEAB, tendo contribuído para o diálogo ecumênico no âmbito do CONIC e da Comissão Anglicano-Católico Romana.

    D. Rodolfo Kratz foi um dos fundadores do Conselho e um dos maiores motivadores do diálogo ecumênico ao lado de muitos pioneiros da busca de um testemunho de unidade entre as Igrejas. Na entrega da homenagem, ele foi representado pela Revda. Magda Guedes. Ao falar em nome de todos os homenageados(foto), D. Orlando destacou que Deus mede as pessoas pelo tamanho que tem seus corações.

    A IEAB agradece essas homenagens e renova o seu compromisso de caminhar lado a lado de nossos irmãos e irmãs do CONIC na busca de cumprir o desejo de Cristo de que todos possam ser um.

    Foto: D. Orlando (Rev. Cônego Francisco de Assis da Silva )

    Zenaide Barbosa

    Membro do Grupo de Trabalho de Comunicação da IEAB

     

     
  • SNIEAB 6:04 on 16/11/2007 Permalink  

    CONIC reconhece batismo único 

    Em solenidade com a presença de vários lideres religiosos, dentre eles o bispo Primaz Mauricio Andrade, o Conselho Nacional de Igrejas Cristãs – CONIC – celebrou, ontem, 25 anos de organização no Brasil. A comemoração aconteceu no Mosteiro de São Bento,em São Paulo, que estava lotado com os participantes do Primeiro Congresso Missionário Ecumênico. Anglicanos, luteranos, católicos romanos, ortodoxos, presbiterianos e cristãos reformados assinaram conjuntamente uma Declaração de Reconhecimento Mútuo do Batismo. 

    Sob inspiração de uma canção pela Paz, dom Mauricio Andrade dirigiu o Gesto da Paz: “Como igrejas cristãs e como pessoas cristãs que somos, temos uma tarefa, tão bem explicitada pelo Apóstolo Paulo: “Acolhei-vos uns aos outros como também Cristo vos acolheu uns anos outros”. “O gesto da Paz, que realizaremos agora, quer expressar nossa atitude de acolhida as pessoas e tradições cristãs e, simultaneamente, nossa súplica para que Jesus Cristo, o Príncipe da Paz, instale sua paz entre nos, a paz irmanada com a justiça”.

     O presidente do CONIC, pastor sinodal Carlos Moller, foi o pregador e o rev. Luiz Alberto Barbosa,da DAB organizou a Liturgia e foi Mestre de Cerimonial.

    Os chefes das igrejas representadas no CONIC entraram em procissão carregando velas acesas: “ Esta vela acendemos pelas igrejas que se encontram reunidas na tradição anglicana”, declarou o Primaz Mauricio Andrade, enquanto a congregação confirmava: “Nós nos juntamos a essa grande tradição”. Velas foram acesas também pelo presidente da Igreja Evangélica de Confissão Luterana, Pastor Walter Altmann; Por dom Geraldo Lyrio Rocha, da Igreja Católica, por monsenhor Antônio Nakkoud, da Igreja Sirian Ortodoxa de Antioquia, pelo pastor Manoel de Souza Miranda, da Igreja Presbiteriana Unida do Brasil e pelo representante da Igreja Cristã Reformada do Brasil.

    O hino de abertura, profetizando “um só rebanho, um só pastor, uma só fé e um só Salvador, traduzia bem o sentimento ecumênico de todos os presentes.

    Foto: gesto de acendimento das velas (Zenaide Barbosa)

    Zenaide Barbosa

    Membro do Grupo de Trabalho de Comunicação da IEAB

     
c
escrever um novo post
j
próximo post/próximo comentário
k
post anterior/comentário anterior
r
responder
e
editar
o
mostrar/esconder comentários
t
topo
l
go to login
h
show/hide help
esc
cancelar