Igrejas celebram a Unidade 

Um tempo de crescimento, de partilha e de testemunho através da oração. Em comunidades do mundo inteiro, este é o sinal da Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos. No hemisfério norte, ela acontece em janeiro. No sul, ela antecede Pentecostes, este ano de 20 a 27 de maio. 

A idéia de orar anualmente pela unidade foi semeada e posta em prática na Europa em 1908 e aperfeiçoada nas décadas seguintes. A partir de 1966, a cada ano, um texto-base é preparado por uma equipe ecumênica de um país diferente a convite do Conselho Mundial de Igrejas e do Pontifício Conselho para a Promoção da Unidade dos Cristãos da Igreja Católica Romana, instituições que assumiram a continuação do evento.

Este ano, o texto veio da África. Naquele continente, onde a AIDS tem proporções epidêmicas, as Igrejas sentiram o chamado para responder a esse desafio e clamam por solidariedade. O tema escolhido, “Faz os surdos ouvirem e os mudos falarem” (Marcos 7,37), incita a que escutemos e nos manifestemos.

 O CONIC mais uma vez adaptou os textos ao contexto brasileiro, editando um livreto com orientações, celebrações e reflexões bíblicas. Na Internet teremos ainda roteiros de encontro para crianças, jovens e famílias. O Conselho assume também a coordenação nacional das atividades, através de suas igrejas-membro e de suas representações regionais, bem como através de denominações religiosas e grupos ecumênicos dispostos a trabalhar pela unidade no território nacional.

A Semana de Oração é o principal evento do CONIC desde a sua fundação, há 25 anos. “É emocionante participar de uma Semana de Oração que aproxima tradições diferentes. Procure sua Igreja e participe das celebrações em sua cidade você também. Vamos orar juntos e agir juntos”, convida o presidente do CONIC, pastor Carlos Möller, da Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil.

(extraído da Comissão de Comunicação do CONIC)

-

Rev. Cônego Francisco de Assis da Silva

Secretário Geral da IEAB