Secretário Geral Comenta Encontro dos Primazes

O Encontro dos Bispos Primazes da Comunhão Anglicana foi encerrado, antes de ontem, com um comunicado oficial, onde se resume todas as deliberações conjuntas tomadas durante os cinco dias de reunião.

As principais áreas que mereceram atenção no Comunicado foram:

Educação Teológica – Acolhida ao relatório do Grupo de Trabalho sobre Educação Teológica e a reafirmação da responsabilidades dos bispos de estimularem adequada educação teológica para seu clero e laicato.

Objetivos do Milênio – Como parte da resposta da Igreja aos Objetivos do Milênio – proposta estimulada pela ONU para a superação da pobreza no mundo – os Primazes receberam informações sobre o trabalho da Comunhão Anglicana junto à ONU e expressaram apoio à iniciativa de se realizar uma Conferência no Próximo mês, na África do Sul, que discutirá o papel da Comunhão Anglicana no enfrentamento de temas cruciais como pobreza, desigualdade, meio-ambiente e superação do flagelo da HIV-AIDS.

Hermenêutica – Os Primazes afirmaram a importãncia de se difundir por toda a Comunhão o estudo da hermenêutica, que deve se tornar uma prioridade no processo de preparação para Lambeth 2008 e adiante.

Relatório de Windsor – Os Primazes reconheceram a importância do que foi produzido até agora e a repercussão do mesmo no diálogo dentro da Comunhão no tocante aos atos praticados pela Igreja Episcopal dos EUA (ECUSA) e do Canadá no tocante à questão da homossexualidade. Observaram que a despeito da postura da ECUA em responder positivamente ao Relatório, a ECUSA revela uma dubiedade no que tange ao tema da celebração de Bençãos para casamentos de homossexuais.

ECUSA – Este foi o tópico que mereceu maior atenção dos Primazes, reunidos em Dar-es-Salaam. Diante das tensões causadas pela decisão de sagrar um bispo reconhecidamente homossexual e a autorização em algumas dioceses de Bençãos matrimoniais para uniões de pessoas de mesmo sexo, foi exigido que a ECUSA se pronuncie formalmente sobre essa matéria, conformando-se à Resolução 1.10 da Conferência de Lambeth de 1998. O prazo foi dado até 30 de setembro. As consequências, definidas no relatório como “sérias” mas sem especificar o que seja exatamente, seriam muito ameaçadoras à unidade da Comunhão.

Convênio Anglicano – Os Primazes aprovaram um texto prévio do que seria considerado um Acordo, chamado de Convênio Anglicano. Este texto será amplamente discutido em todas as esferas da Comunhão, e será submetido às Províncias após seu processo de aperfeiçoamento e referendamento pela Conferência de Lambeth 2008 e posterior Conselho Consultivo Anglicano.

Segundo muitos observadores, o Encontro refletiu as tensões que hoje são vividas dentro da Comunhão Anglicana. Tensões entre conservadores e progressistas, especialmente nos campos da hermenêutica bíblica e da sexualidade humana. Conforme muitas opiniões difundidas pelos diversos meios de comunicação bem como por blogs, essa ênfase nas questões relativas à sexualidade ocuparam em demasia a agenda, evitando assim uma fala mais veemente dos Primazes com realção a tantos temas que afligem o mundo, tais como pobreza, guerra e destruição do meio ambiente.

Foto: Arcebispo de Cantuária, Dr. Rowan Williams, e a nova Observadora Anglicana na ONU, Sra. Hellen Wangusa, durante a Celebração Eucarística na Catedral de Zanzibar (ACNS Rosenthal)

-

Rev. Cônego Francisco de Assis da Silva

Secretário Geral da IEAB