Começa o Encontro dos Primazes na Tanzânia

A reunião dos primazes começou em meio às expectativas sobre os rumos da Comunhão Anglicana.

A primeira atividade oficial foi um estudo bíblico, que ocorrerá a cada inicio de dia, reunindo todos os 34 Primazes presentes. Quatro primazes não compareceram à este encontro.

As primeiras duas sessões de trabalho será dominadas pelo tema da resposta da ECUSA ao Documento de Windsor. Este documento foi resltado do trabalho da Comissão nomeada pelo Arcebispo de Cantuária a respeito do tema da unidade na Comunhão Anglicana e teve como ponto de partida a reação dos conservadores à sagração do Bispo Gene Robinson, nos EUA, e a autorização para casamento entre pessoas de mesmo sexo, no Canadá. O relatório teve ampla divulgação e praticamente todas as Provincias foram consultadas a respeito. A Convenção Geral da ECUSA, emitiu um parecer sobre o relatório acatando algumas de suas recomendações.

Esta resposta, que continua sendo contestada pelas Províncias que desejam uma retratação integral da ECUSA, será analisado nestas sessões inciais do encontro dos Primazes.

Nosso Bispo Primaz, em comunicação conosco, mandou mensagem relatando que o Encontro está correndo dentro de uma normalidade, apesar das muitas especulações da mídia.

A presença da Bispa Presidente da ECUSA, Bispa Katharine Jefferts Schori, contestada por alguns Primazes está plenamente assegurada pelo Arcebispo de Cantuária, em razão de sua legitimidade como Primaz da Província dos Estados Unidos.

Ontem foi realizada uma acolhida aos novos Primazes, 13 ao todo, incluindo nosso Primaz, Dom Mauricio Andrade, os quais discutiram questões relevantes como papel de um Primaz, problemas comuns enfrentados pelas Provincias tais como pobreza, HIV-AIDS, Meio Ambiente e o papel da Igreja nestas questões.

A imprensa internacional tem dado grande destaque ao evento por causa das implicações que ele pode ter na vida Comunhão Anglicana.

-

Rev. Cônego Francisco de Assis da Silva

Secretário Geral da IEAB