Tempo de Encontrar e Edificar a Afeição

A Festa da Epifania de Nosso Senhor Jesus Cristo, segundo o Evangelho de São Mateus, é a manifestação de Cristo “vimos sua estrela no Oriente, e vimos adora-lo” Mt. 2,2.

Esse é um Tempo de encontrar e edificar a afeição e o carinho de Deus manifestado através do seu Filho Amado, esse carinho se expressa pela confiança nele depositada, em vista da missão exigente que lhe seria incumbida, e na capacidade de leva-la até o fim. Com certeza, somente confiamos uma tarefa muito importante a quem conhecemos e confiamos, e cuja idoneidade está acima de qualquer coisa.

Na relação de Jesus com o Pai, isto se deu em grau eminente. Ninguém conhecia o Filho melhor que o Pai que o incumbiu de salvar a humanidade. Por outro lado, o Pai estava seguro de que o Filho haveria de manter-se fiel, em meio às tremendas exigências da missão.

Que nós seguidores fieis possamos nos unir a esse sentimento de confiança, carinho e afeição de Deus, e possamos juntos responder ao seu chamado e expressar a fé que vem de nossos pais e que sejamos a cada dia servos fies.

Nesse caminho quero recordar as sabias palavras do querido bispo e irmão Dom Helder Câmara que disse:

“Que importa que ao chegar eu nem pareça pássaro.

Que importa que ao chegar eu venha me

Arrebentando, caindo aos pedaços,

Sem aprumo e sem beleza.

O fundamental é cumprir a missão

E cumpri-la até o fim.”

-

Rev. Cônego Francisco de Assis da Silva

Secretário Geral da IEAB