Posts Mentioning RSS Toggle Comment Threads | Atalhos de teclado

  • SNIEAB 1:53 on 27/09/2006 Permalink | Responder
    Tags: , , ,   

    Primaz É Recebido pelo Arcebispo de Cantuária 

    No dia 14 de setembro próximo passado, Dia da Santa Cruz, o Arcebispo de Cantuária Dr Rowan Williams recebeu o Primaz da IEAB, Dom Mauricio Andrade, e sua comitiva, composta pelo Bispo Sebastião Armando Gameleira Soares, diocesano da Diocese Anglicana de Pelotas e bispo eleito da Diocese Anglicana do Recife, o Reverendo Joabe Cavalcanti e o Cônego Richard Bartllet, no Palácio de Lambeth.

    O objetivo da reunião foi conversar sobre o Relatório dos Emissários do Arcebispo de Cantuária à Diocese Anglicana do Recife, Bispos Patrick Harris e William Godfrey, que participaram do Sínodo em Curitiba e que, após, estiveram em Recife. Também, se falou sobre a IEAB (sua ação missionária, sua contribuição à Comunhão, seus avanços, os seus desafios) e sobre a visão política atual da Comunhão Anglicana.

    “A IEAB continuou a crescer, apesar dos problemas que enfrentou nos últimos dois anos”, disse o Arcebispo Rowan Williams.

    O encontro foi realizado em duas etapas. Primeiramente, o Arcebispo Williams conversou reservadamente com o Primaz e, depois, com toda comitiva.

    A Comitiva da IEAB salientou a importância do novo momento que está vivendo a Diocese do Recife, um momento de novos começos. Dom Maurício salientou que três caminhos serão determinantes para esse novo momento: o caminho de reconciliação, o caminho de restauração e o caminho renovação.

    O Primaz também reafirmou a intenção da nossa Província em manter a comunhão plena com Cantuária, e que está animado com o fortalecimento da relação de proximidade entre as Províncias da América Latina. O Congresso do Panamá, em 2005, e a renovação de laços com Moçambique, Angola, Niassa e Portugal, dioceses lusófonas, são exemplos marcantes desse fortalecimento.

    Ao final do Encontro, Dom Maurício Andrade convidou oficialmente o Arcebispo Rowan Williams para visitar o Brasil em 2007, ou 2008.

    O Arcebispo Rowan disse que agora é o momento para a Igreja do Brasil seguir em frente e, no final do Encontro, fez uma oração e bênção para o Brasil.

    -

    Rev. Francisco de Assis da Silva

    Secretário Geral da IEAB

     
  • SNIEAB 1:55 on 21/09/2006 Permalink | Responder
    Tags: , , ,   

    Outubro de 2006 – Mês de Vocações 

    “Adoração, Serviço e Compromisso” serão as linhas guias de nossa reflexão para o Mês das Vocações – Outubro 2006.

    Convidamos você e sua comunidade a reservarem uma tarde do mês de Outubro para um Encontro Paroquial. Os estudos (que estão disponíveis no diretório virtual, seção Secretaria Geral) podem servir como ponto de partida para novos desafios missionários no seio da igreja ou da comunidade local.

    Com uma boa coordenação do programa você irá descobrir mais coisas sobre a Missão da Igreja e perceber as oportunidades que temos de anúncio do Evangelho de Jesus Cristo.

    Também está disponível um material para aplicar com crianças, que tanto pode ser utilizado na Escolinha Dominical, como em casa com a família. Através de pequenas atividades podemos proporcionar um encontro da Criança com Deus-Conosco.

    Por fim, o cartaz a ser divulgado, desta vez encontra-se em preto e branco e em tamanho A4 para facilitar e multiplicar sua reprodução nas comunidades.

    Desejamos um rico e abençoado encontro em sua comunidade.

    -

    Rev. Dessórdi Peres Leite

    Departamento de Educação Cristã e Missão

     
  • SNIEAB 14:16 on 04/09/2006 Permalink | Responder
    Tags: , ,   

    Um Caminho de Alegria, Unidade e Maturidade 

    No dia 30 de julho deste corrente ano chegamos ao final das sessões do XXX Sínodo, isso faz com que alguns pensem que este terminou. Quero pensar que estamos num processo de continuação, pois o Sínodo indicou os Caminhos que se espera e que se buscará para a Igreja nos próximos 3 anos, assim quero pensar que até 2009 estaremos em Sínodo, e sobretudo, seguindo juntos em um caminho de Alegria, Unidade e Maturidade, pois estou certo que a Reunião Sinodal, entre muitos sinais, nos indicou ao menos três que senti como perfume de Cristo entre nós: Alegria, Unidade e Maturidade.

    Sentia-se o perfume de Cristo em todas as pessoas. Era possível sentir a alegria estampada na face do Revd Hugo e Lucia, que vieram de Ariquemes, que andam pelo caminho da alegria de servir ao povo da Linha 50 – RO. Era claro a alegria perfumada ao gosto do puro patchouli do Pará no sentimento marajoara na face da Joseane, Mary , Fernando, Marcos, Saulo, Ruth e Tomas. Foi lindo sentir o perfume da alegria das diferentes iguarias nordestinas, e vimos a alegria perfumada da fronteira lá das querências de Santana do Livramento – RS, Marinez com seu lindo sorriso era a expressão de um “ céu, sol e sul, pois onde tudo que se planta cresce e o que mais floresce é o amor” .

    Outro perfume foi o caminho da Unidade, com certeza lembro-me daqueles tempos em que chamávamos todas as pessoas desta Igreja a viver a Igreja com-paixão, CEM-90. E nesse tempo se mergulhava num desejo de vivermos a verdadeira expressão de sermos uma Igreja Provincial. Hoje não podemos mais pensar em Igreja do Sul ou do Norte, pois nos nacionalizamos, ou seja, estamos experimentando o senso provincial. Clérigos e Clérigas do Nordeste vieram para o Sul, Clérigos e Clérigas do Sul estão no Centro Oeste, Sudeste, Norte. E a Igreja se espraiou com um sentimento e perfume de unidade.

    E o perfume do caminho da maturidade, perfume que vamos buscando, que vamos vivendo, que vamos sentindo quando nos aproximamos e acercamos de alegria e unidade, a maturidade nos chega como sinal da beleza do Cristo que liberta, e que está no meio de nós. Esse caminho da maturidade nos diz muito alto e ecoa em nossos sentimentos pedindo sabedoria e discernimento (I Reis 3,9-12). Nos coloca diante da paixão, e ai nesse caminho vivemos as barreiras de nossa própria humanidade. O caminho da maturidade nos convida a viver na dependência daquele que nos chama, Jesus Cristo, e que Ele faça em nós a transformação necessária agindo com muito mais força que a vasilha de barro e que Nele sintamos verdadeiramente que somos “ este tesouro em vasos de barro, para que a excelência do poder seja de Deus e não de nós”( II Corintios 4,7)

    Vamos caminhar na alegria, unidade e maturidade, que o perfume de Cristo esteja no meio de nós. E no temor e tremor a Ele sirvamos uns aos outros nesse período do XXX Sínodo da IEAB.

    Do Vosso Primaz

    + Maurício

    -

    Revmo. Maurício Andrade

    Bispo Primaz da IEAB

     
c
escrever um novo post
j
próximo post/próximo comentário
k
post anterior/comentário anterior
r
responder
e
editar
o
mostrar/esconder comentários
t
topo
l
go to login
h
show/hide help
esc
cancelar