Acaba a IX Assembléia do CMI

Apesar de ser o último dia da Assembléia, a agenda do evento foi corrida.

Durante a manhã, ocorreu a primeira parte da sessão plenária de decisão dos relatórios e duas coletivas de imprensa. A primeira delas girou em torno do Relatório das Questões Públicas, onde se comentou os principais tópicos do documento, tais como a questão das charges de Maomé, Guerra do Iraque, Terrorismo, Armas Nucleares e América Latina.

A segunda foi a de encerramento, que contou com a presença do secretário-geral do Conselho Mundial de Igrejas, Dr.Samuel Kobia; na qual ele e os outros convidados fizeram um balanço sobre a IX Assembléia.

Na parte da tarde, foi dada continuidade a sessão plenária de decisão dos relatórios e, antes disso, aconteceu a cerimônia do plantio de uma árvore (um ipê), em comemoração à IX Assembléia, que contou com a participação dos líderes das igrejas locais, do atual secretário-geral do CMI e 3 ex-secretários-gerais do CMI, do reitor da PUCRS (Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul) e da presença massiva da imprensa.

Como não poderia deixar de ser, a IX Assembléia teve seu encerramento marcado por uma belíssima e vibrante celebração vespertina, cujo tema era “Deus, em Tua Graça transforma o nosso testemunho”.

A cobertura completa da IX Assembléia estará presente na próxima edição do Estandarte Cristão.

Os documentos e uma extensa galeria de fotos do evento podem ser encontrados no site oficial da Assembléia: http://www.wwc-assembly.info.

Durante esses dias, Porto Alegre foi o berço do ecumenismo internacional, onde as igrejas cristãs reafirmaram o seu compromisso de continuarem trabalhando pela transformações sociais e dialogando juntas, apesar de suas diferenças, dando um belo testemunho para o mundo, que a cada dia nos oferece exemplos de guerra, intolerância, de luta pelo poder. “Deus, em Tua Graça, transforma o mundo”.

-

Claudio Oliveira

Departamento de Comunicação da IEAB