Posts Mentioning RSS Toggle Comment Threads | Atalhos de teclado

  • SNIEAB 1:41 on 28/11/2003 Permalink | Responder
    Tags: ,   

    Reunião do Conselho Executivo 

    Sob a presidência do bispo primaz, Dom Orlando Santos de Oliveira, o Conselho Executivo do Sínodo esteve reunido na Casa de Retiro Vila Betânia, em Porto Alegre, nos dias 27 e 28 de novembro.

    Essa foi a primeira reunião deliberativa da nova composição do Conselho Executivo, eleita no Sínodo deste ano, em maio de 2003.

    Na ocasião, o Conselho apreciou o planejamento da Secretaria Geral para o próximo ano; analisou o relatório do Fundo de Aposentadoria e Pensões da Igreja Episcopal Anglicana do Brasil (FAPIEB) e ouviu o relato das últimas visitas, realizadas por representantes provinciais, aos Distritos Missionários e à Diocese Episcopal de Massachusetts (com a qual a IEAB mantém relação de companheirismo desde 2001).

    -

    Cláudio Oliveira

    Departamento de Comunicação

     
  • SNIEAB 1:38 on 27/11/2003 Permalink | Responder
    Tags: , ,   

    Reunião da JUNET 

    Sob a presidência de Dom Hiroshi Ito, reuniu-se no dia 26 de novembro em Porto Alegre, a Junta Nacional de Educação Teológica (JUNET).

    Na ocasião, foram aprovadas mais três novas bolsas de estudo e votados os orçamentos dos seminários, CEA e Centros Diocesanos para 2004.

    Além disso aprovou-se um apoio financeiro da JUNET ao I Simpósio de Teologia Anglicana, que será organizado pelo CEA em 2004, bem como a continuidade do apoio ao Projeto Caminhando para a Missão.

    A JUNET registrou ainda seu voto de apreciação ao trabalho do SETEK pela formatura de mais uma turma do Seminário, que será realizada no dia 06 de dezembro.

    -

    Rev. Carlos Calvani

    Coordenador do Centro de Estudos Anglicanos

     
  • SNIEAB 1:36 on 25/11/2003 Permalink | Responder
    Tags: , ,   

    Reunião da Câmara dos Bispos 

    As repercussões da sagração do Bispo Gene Robinson, de New Hampshire, e a situação de crise financeira que preocupa a Igreja foram os destaques da pauta da última reunião da Câmara dos Bispos, realizada de 24 a 25 de novembro, em Porto Alegre.

    Na ocasião, os Departamentos de Comunicação e Informática puderam apresentar o novo projeto de criação, padronização e dinamização dos websites para as dioceses e distritos missionários, o qual tem como um dos seus objetivos a promoção da comunicação interna da nossa Igreja.

    Ao final da reunião, a Câmara dos Bispos endossou a recente Mensagem Pastoral do Primaz , publicada no portal da IEAB e na edição de setembro/outubro do Estandarte Cristão, e decidiu criar um grupo multidisciplinar (composto por bispos, clérigos e leigos) para aprofundar as questões que envolvem as repercussões recentes.

    -

    Cláudio Oliveira

    Departamento de Comunicação

     
  • SNIEAB 1:34 on 17/11/2003 Permalink | Responder
    Tags: , , ,   

    38º Concílio da DASP 

    Nos dias 14 e 15 de novembro de 2003, nas dependências da Paróquia São João, em São Paulo, aconteceu o 38º Concílio da Diocese Anglicana de São Paulo (DASP).

    O primeiro dia de Concílio iniciou oficialmente na noite do dia 14, com uma belíssima celebração eucarística presidida por Dom Hiroshi Ito, seguida da sessão de abertura, com a constituição da mesa diretiva e com a formação de algumas equipes de trabalho.
    No segundo dia de trabalho, pela manhã, os conciliares se reuniram em grupos para estudarem e avaliarem os relatórios das pastorais e comissões diocesanas. Antes de finalizar os trabalhos da manhã, os conciliares, conduzidos pelo Rev. Mitsuo Noyama, se reuniram em grupos para refletirem e compreenderem a ação da Igreja à luz das orientações da Confelíder 2002.
    A tarde foi utilizada para as considerações dos grupos sobre os relatórios e sobre a reflexão feita acerca da Confelíder, bem como a realização das indicações do bispo diocesano e eleições para os cargos e comissões diocesanos.

    O próximo Concílio Diocesano acontecerá nos dias 20 e 21 de Agosto de 2004, na Paróquia da Santíssima Trindade, como parte da celebração dos 80 anos da Paróquia.

    Leia a cobertura completa no Estandarte Cristão 1781, novembro/dezembro de 2003

    Texto: Adaptação dos textos publicados no website da Paróquia da Santíssima Trindade, em São Paulo.

    -

    Christina Takatsu Winnischofer

    Secretária Geral da IEAB

     
  • SNIEAB 1:31 on 12/11/2003 Permalink | Responder
    Tags: , , ,   

    Mensagem Pastoral do Primaz da IEAB 


    “Pois era Deus que reconciliava com Ele mesmo o mundo por meio de Cristo, não levando em conta os pecados dos homens e colocando em nós a palavra da reconciliação”.

    II Coríntios 5:19

    Tudo na vida da Igreja depende deste dom último. É a boa nova da graça, a qual a Igreja é chamada a testemunhar.
    Com tristeza e preocupação estamos testemunhando vários sinais desagregadores na vida da IEAB, que cada vez mais nos distanciam do compromisso evangélico com a unidade e comunhão na diversidade e inclusividade: a reabertura de velhas feridas de antagonismo geográficos, doutrinais e teológicos que supúnhamos já cicatrizados; a ameaça velada e explícita de cisma; a inflexibilidade nas posições e no tratamento discriminador para com parte do clero e do povo da Igreja; acusações pessoais que descambam para ofensas malévolas e cruéis; a arrogância espiritual vindicando para si a “pureza evangélica” autêntica; a reivindicação da posse da herança da fé apostólica e da visão missionária dos primeiros tempos de nossa história; o julgamento sumário de pessoas e situações discordantes via manifestos, cartas, resoluções, emails, mensagens, o erguimento de “trincheiras”de preparação para uma “guerra santa”; o rompimento com a inclusividade; a falta de consideração e respeito mútuo; a decretação da “morte” da Igreja; o espírito sectário de cada um por si e Deus por todos; a quase instauração de tribunais inquisitórios; simplificações e reducionismos bíblicos, doutrinais e pastorais. E tudo isto feito em nome da preservação da “pureza” e da “fidelidade” da Igreja e da Comunhão Anglicana. Talvez fosse tempo de meditarmos sobre quais são os frutos do Espírito Santo de Deus.

    Tudo isto nos entristece o coração e ao mesmo tempo nos faz, claramente, não nos conformarmos ou aceitarmos com passividade este quadro lamentável da hora que estamos vivendo. As Escrituras são a fonte do Evangelho da reconciliação, e a Igreja vive à luz e na dependência deste testemunho. Em todas as suas palavras e ações a Igreja é chamada a dar um duplo testemunho de si mesma; falar a palavra de vida ao mundo, testemunhando a fé pela qual ela vive e, ao mesmo tempo cada parte da Igreja é chamada a testemunhar a sua fidelidade ao evangelho para os outros cristãos.

    A história cristã revela a pluralidade e a diversidade, embora o evangelho seja um só. As divergências de interpretação suscitaram tradições diferentes, mesmo porque usamos palavras humanas e com estas respondemos às várias situações humanas específicas. Este testemunho a respeito da fé reflete os diferentes contextos em que a Igreja atua e proclama. Sem esqueceremos que por causa do pecado humano, da ignorância e da fragilidade, sempre haverá omissões, erros e distorções no testemunho.
    Temos lembrado de São Paulo, que com sua autoridade apostólica trabalhava com afinco, sofrendo uma dor profunda, diante da iminente ameaça de colapso da comunhão dentro da Igreja de Corinto. Na sua luta pela unidade e comunhão, cada vez mais via o seu ministério ser alicerçado na morte e ressurreição de Jesus Cristo, que mostrou o poder que brota da fraqueza.

    Convocamos a toda a IEAB a perceber cada vez mais que comunhão provincial a que somos chamados envolve humildade, seriedade, honestidade, paciência, respeito, gentileza, o falar a verdade com amor, o afastamento de todo o rancor, raiva e insulto, mas que haja sim, bondade e compreensão uns com os outros, perdoando-nos mutuamente (Efésios 4), obedientes ao apelo do Arcebispo de Cantuária, para que em nossa continuidade de diálogo haja discernimento e crítica séria, mas acima de tudo encorajamento na fé para a construção do Corpo de Cristo em amor, que deve ser a base. Num momento de crise aguda como este é que somos levados a examinar com profundidade a vida e o sentido de nossa comunhão.

    Como Anglicanos, sabemos que a maneira como celebramos e oramos molda a nossa identidade. O nosso Livro de Oração mais do que um padrão do culto, estabelece um padrão doutrinal embasado nas Santas Escrituras, nos Credos Católicos, nos Sacramentos e no Ministério dos Bispos, Presbíteros e Diáconos. Uma Igreja que se descreve nestes termos não necessita de definições ou resoluções canônicas de seu “Ethos”, mais do o que necessário. A nossa comunhão provincial permite atitudes diferentes de compreensão da fé e das formas de apresentação do Evangelho. Isto não elimina as divergências entre os membros da família da Igreja a respeito do que noz diz as Santas Escrituras – mas estamos longe de afirmar que não damos importância a respeito da primazia da Bíblia. Podemos divergir quanto à freqüência da celebração dos Sacramentos – mas não podemos descartar os Sacramentos. Nós, anglicanos, podemos divergir sobre a ordenação feminina, mas não negamos a necessidade de clérigos e bispos se quisermos permanecer anglicanos. Os Credos podem ser apenas um esboço da fé, mas não podemos rejeitá-los e permanecermos parte da Igreja Católica de Cristo. E a resposta às questões que desafiam a Igreja não são de responsabilidade de um indivíduo, de uma só diocese ou de uma Província isoladamente. Quando falamos de Comunhão, falamos de interdependência.

    Os primazes reunidos em Lambeth, em outubro passado, reafirmaram unânimes o seu desejo de permanecer em Comunhão. Mesmo sabendo que teremos pela frente um caminho duro, longo e penoso e a necessidade de muita paciência e tolerância. A credibilidade de nosso testemunho e de nossa Igreja sairá diminuída se não formos capazes de manter os nossos laços de afeição e de paz. Que a nossa energia e trabalho sejam dirigidos para tantos desafios proféticos e missionários que estão a espera de nossa atuação.

    A caminhada não será fácil, mas conclamo a toda a IEAB a orar e trabalhar para que se realize a vontade de nosso Deus – a nossa unidade e comunhão. Que na sabedoria e a Vontade de Deus esteja o nosso refúgio.

    Do Vosso Primaz,

    -

    Revmo. Orlando Santos de Oliveira

    Bispo Primaz da IEAB

     
  • SNIEAB 1:28 on 03/11/2003 Permalink | Responder
    Tags: ,   

    Arcebispo Rowan Wiliams Faz Declaração sobre a Sagração em New Hampshire 

    O Arcebispo de Cantuária, Dr. Rowan Williams, fez uma declaração após a sagração do Côn. Gene Robinson como bispo codjutor de New Hampshire.

    O Arcebispo Williams reafirmou as considerações e recomendações da declaração do recente Encontro dos Primazes, realizado no Palácio de Lambeth, em outubro deste ano; mencionou a recente nomeação da Comissão que irá examinar a questão da sexualidade e outras questões relacionadas à vida da Comunhão Anglicana; e frisou que o novo bispo de New Hampshire não será aceito em toda a Comunhão Anglicana.

    “As divisões que estão surgindo são motivo de profunda tristeza; elas se tornarão visíveis no fato de que o episcopado de Gene Robinson não será aceito em qualquer província na Comunhão”, disse o Arcebispo Williams.

    O Rev. Côn. Gene Robinson foi sagrado bispo no último domingo, 02 de novembro, em cerimônia que durou três horas, com a presença de cerca de 3.000 pessoas e um forte esquema de segurança policial, no Whittemore Center, da Universidade de New Hampshire, em Durham. O Bispo Presidente da Igreja Episcopal dos Estados Unidos (ECUSA), Frank T. Griswold, foi quem presidiu a cerimônia de sagração do 993º bispo na sucessão norte-americana.

    O bispo Gene Robinson será o coadjutor e sucederá o bispo Douglas Theuner, que aposentará em março de 2004.

    Maiores informações, acesse:

    http://www.ecusa.anglican.org

    http://www.anglicancommunion.org

    Foto: Bispo Gene Robinson – Website da Diocese de New Hampshire

    -

    Christina Takatsu Winnischofer

    Secretária Geral da IEAB

     
c
escrever um novo post
j
próximo post/próximo comentário
k
post anterior/comentário anterior
r
responder
e
editar
o
mostrar/esconder comentários
t
topo
l
go to login
h
show/hide help
esc
cancelar