Primazes Estão Reunidos em Londres 

Os primazes da Comunhão Anglicana estão reunidos a partir desta manhã no Palácio de Lambeth, em Londres, para discutirem as repercussões dos seguintes eventos: a decisão da Diocese Canadense de New Westminster de permitir a bênção de união de casais homossexuais; a indicação do Rev.Côn. Jeffrey John, que é homossexual, para ser bispo de Reading, da qual declinou após pedido do próprio Arcebispo de Cantuária; e a recente aprovação da sagração do Rev. Gene Robinson, na última Convenção Geral da Igreja Episcopal dos Estados Unidos, que também é homossexual.

Segundo Alex Kirby, correspondente da BBC, “Dr. Williams enfrenta caminhos tortuosos, tentando reconciliar pessoas que realmente só estão interessadas em ver a sua versão da verdade prevalecer sobre todas as outras”.
“O arcebispo é o líder da Comunhão Anglicana, mas isso não o torna um Papa anglicano”.
“Tudo o que ele pode fazer é tentar apaziguar os ânimos, persuadir e lembrar os seus colegas primazes sobre o que ainda é fundamental para uni-los. Se ele falhar, parece que a Comunhão Anglicana poderá ficar dividida, com alguns membros se recusando se relacionarem com aqueles que têm uma visão diferente da sua”.

Já Paul Vallely, do Independent, em seu artigo de hoje, comenta as três propostas, até o momento, que estão na pauta:

A primeira, que seria apresentada pelo grupo dos conservadores evangélicos, que se auto-denominam “Maioria Anglicana” (Anglican Mainstream), seria um plano de cinco exigências:

1. Reafirmar a proibição da ordenação de pastores gays feita pela Conferência de Lambeth de 1998;
2. Decidir que a Igreja dos Estados Unidos, com o seu bispo gay, e a Diocese Canadense com as suas bênçãos para casais homossexuais, transgrediram as recomendações de Lambeth;
3. Dar um aviso para as duas;
4. Convidá-las a arrependerem-se;
5. Se isso não acontecer, expulsá-las da Comunhão Anglicana.
A segunda seria proposta pelo Arcebispo liberal da Cidade do Cabo, Dom Njongonkulu Ndungane, de criar uma Comissão Internacional sobre Sexualidade, na esperança de encontrar uma decisão teológica sobre a polêmica questão (assim como ocorreu na questão da ordenação feminina).

E a terceira seria a do próprio Arcebispo de Cantuária, que propõe a criação de uma Comissão para decidir os mecanismos para a tomada de decisões comuns (em termos de como as 38 províncias podem concordar que decisão é permitida para as igrejas, individualmente, a fim de que possam afirmá-la e adotá-la).

Dentro de instantes (às 16h, horário de Londres), o Arcebispo Robert Eames, em nome dos primazes, fará uma declaração para a imprensa, no Palácio de Lambeth. Assim que tivermos acesso a ela, divulgaremos no nosso Serviço de Notícias.

A Comunhão Anglicana vive um momento delicado e o Arcebispo de Cantuária enfrenta um árduo caminho para manter a unidade. Que esse Encontro dos Primazes possa oferecer uma contribuição valiosa para o diálogo, o entendimento e união.

Lembramos o convite do Secretário-Geral da Comunhão Anglicana, Rev.Côn. John Peterson, para que se faça a seguinte oração nos dias do Encontro Extraordinário dos Primazes, 15 e 16 de outubro:

Pai Altíssimo,
Tu tens nos chamado
no Corpo de teu Filho Jesus Cristo
para que continuemos o Seu trabalho de Reconciliação
e revelemos a Sua Humanidade.

Perdoe os pecados que nos dividem;
Dá-nos coragem para enfrentar os nossos medos
e para a busca da Unidade
Que é o Seu presente e Sua promessa;
Através de Jesus Cristo, Nosso Senhor, Amém.

-

Cláudio Oliveira

Departamento de Comunicação